Logo Netfla

Veja como voltaram os rivais do Fla na Libertadores após a paralisação

No dia 17 de setembro, o Flamengo volta a campo pela Copa Libertadores depois de mais de seis meses da última partida pela competição continental (vitória por 3 a 0 diante do Barcelona de Guayaquil), que ficou paralisada por um longo período em decorrência da pandemia.

Vice-líder do grupo 1, com 6 pontos e 100% de aproveitamento, o Mengão só perde no saldo de gols para o Independiente del Valle, que é justamente o adversário do jogo válido pela 3ª rodada no Estádio Olímpico de Atahualpa. No mesmo dia, Barcelona e Junior Barranquila se enfrentam em Guayaquil.

Com tantos meses de espera, é momento de saber como andam os três rivais do Flamengo nesta Libertadores após o retorno do futebol nos seus países.


Mas antes, como anda o Flamengo?

Foto: Alexandre Vidal/Divulgação


Após a paralisação, o Flamengo manteve o bom aproveitamento de pontos de sempre e, de quebra, adicionou mais um título para a coleção: o do Campeonato Carioca, conquistado em cima do Fluminense.

Porém, ao contrário dos demais rivais, o Fla teve uma mudança pra lá de importante: Jorge Jesus deixou o clube, e Domènec Torrent assumiu. Após um início turbulento no Brasileirão, com derrotas para Atlético-MG e Atlético-GO, o time se reencontrou nas últimas rodadas e passou a brigar no topo da tabela.

A defesa é um dos pontos de maior preocupação do Flamengo para o retorno à Libertadores. De acordo com o site de estatísticas Infogol, o clube foi vazado em mais da metade dos jogos do Campeonato Brasileiro, tendo uma das defesas mais negativas da competição. Rafinha foi embora, mas o chileno Maurício Isla já tomou conta da posição.

No ataque, o desafio é recuperar Bruno Henrique, que vem apresentando queda de rendimento. Gabigol também teve um período de instabilidade, mas voltou a fazer gols nas últimas rodadas.

A polêmica da vez é o rodízio de jogadores implementado por Torrent, o que pode estar gerando desconforto entre alguns atletas. Administrar o grupo, portanto, parece o maior desafio do catalão à frente do clube.


Independiente Del Valle

Foto: Divulgação/Facebook


Primeiro rival do Fla neste retorno à Libertadores, o Independiente Del Valle é um adversário conhecido – afinal, enfrentou o rubro-negro na decisão da Recopa Sul-Americana em fevereiro. A base do time é basicamente a mesma, incluindo seu treinador. Apesar de sempre ser especulado no futebol brasileiro, o espanhol Miguel Ángel Ramírez segue comandando o Del Valle. A única saída de peso foi a do meia Alan Franco, que desembarcou em Belo Horizonte para defender o Atlético-MG.

Após a paralisação, o Independiente Del Valle voltou com ótimo aproveitamento, vencendo mais da metade dos jogos no Campeonato Equatoriano, em que disputa a liderança rodada a rodada com a LDU de Quito, Barcelona de Guayaquil e Universidad Católica. O time retornou à campo no dia 15 de agosto, com vitória por 4 a 2 diante do El Nacional. De lá pra cá, foram mais 4 vitórias e 3 empates.

Além da 3ª rodada, Del Valle e Flamengo se enfrentam também pela 5ª rodada, no dia 30 de setembro, no Maracanã.


Barcelona de Guayaquil

Foto: Divulgação/Facebook


Lanterna do grupo com nenhum ponto ganho, o Barcelona fez mudanças importantes durante a parada, embora a base do time ainda seja a mesma. Titular na derrota por 3 a 0 contra o Flamengo, o goleiro Victor Mendoza deu lugar ao argentino Javier Burrai. No ataque, a principal baixa: melhor jogador do time e artilheiro da Libertadores com 8 gols, Fidel Martínez foi vendido ao futebol chinês. A reposição veio em dose dupla: chegaram Adonis Preciado e José Enrique Ângulo, que vêm sendo boas opções para o técnico argentino Fabian Bustos. 

O Barcelona retornou aos gramados no dia 14 de agosto, com vitória de 1 a 0 sobre o Orense. Embalou uma boa sequência, vencendo 6 dos primeiros 7 jogos. É o time com melhor aproveitamento do Campeonato Equatoriano desde o retorno, disputando as primeiras posições com LDU de Quito, Independiente del Valle e Universidad Católica.

O Guayaquil será o segundo adversário do Flamengo neste retorno à Libertadores, no dia 22 de setembro, pela quarta rodada.


Junior Barranquilla

Foto: Divulgação/Facebook


Quem mais deve sofrer com a falta de ritmo de jogo é o time colombiano, que também está zerado no grupo, à exemplo do Barcelona. O Campeonato Nacional não foi retomado e Junior só retornou a campo no dia 8 de setembro, com derrota em casa para o América de Cali por 2 a 1, em confronto válido pela Superliga. Foram seis meses sem entrar em campo (a última partida havia sido em 11 de março, com derrota para o Independiente del Valle pela Libertadores).

A equipe comandada pelo uruguaio Julio Comesaña não sofreu grandes mudanças e deve ter o mesmo time base para o retorno da Libertadores, o que inclui o ex-palmeirense Miguel Borja. O Junior só volta a enfrentar o Flamengo na última rodada do grupo, em jogo marcado para o dia 21 de outubro, no Maracanã.

 

 

Powered by Froala Editor

Fonte: NETFLA

Comentários

Jogos

Próximo jogo 2dias, 14horas a partir de agora
Libertadores da América
Barcelona de GuayaquilBarcelona de Guayaquil
X
FlamengoFlamengo
Ter 22/09 / Monumental de Barcelona / 19h15
Libertadores da América
Independiente Del ValleIndependiente Del Valle
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana