Logo Netfla

Quem é Gomes? Novidade do Flamengo na Libertadores, volante leva na pele a paixão pelo avô

O futebol e a família estão presentes na vida de João Gomes de tal maneira que em seu braço há uma tatuagem simbólica: um menino levado pela mão por um senhor de idade rumo ao Maracanã, com a placa do ônibus que por muito tempo foi o transporte para realizar o sonho de ser jogador profissional.

O volante de 19 anos, novidade do Flamengo na lista de relacionados para os jogos no Equador pela Libertadores, é uma das promessas da base rubro-negra e carrega uma força a mais: a paixão pelo avô, Mirinho, falecido no ano passado e grande incentivador de sua carreira. Quem conta é a mãe de Gomes, Monique:

- Meu pai sempre foi o maior incentivador. Ele sempre acreditou. Ele foi treinador de um time amador há muitos anos, e costumava falar para mim: "Monique, o João vai ser jogador. Se ele não jogasse bola, eu não ia perder o meu tempo, não ia gastar dinheiro de passagem para lá e para cá. Eu sei que ele vai ser jogador" - disse Monique.

Tatuagem do volante João Gomes em homenagem ao avô, Mirinho — Foto: Reprodução
1 de 3 Tatuagem do volante João Gomes em homenagem ao avô, Mirinho — Foto: Reprodução

Tatuagem do volante João Gomes em homenagem ao avô, Mirinho — Foto: Reprodução

Gomes cresceu em Ramos, subúrbio do Rio de Janeiro, onde morava com a mãe e o avô. Teve uma breve passagem pelo Vasco antes de ir com um amigo fazer um teste no Flamengo, aos oito anos de idade. Foi aprovado no mesmo dia e está no clube desde então.

As dificuldades foram aquelas conhecidas de quem se dispõe a seguir a carreira de jogador: horas no transporte público, muita correria e muito esforço. Por isso, a referência ao ônibus da linha 460: que faz o trajeto de São Cristóvão, zona norte do Rio de Janeiro, até o Leblon, na zona sul, passando pela Gávea, onde Gomes treinava no início.

- A gente pegava dois ônibus. Tinha que comer no ônibus, às vezes tinha que descer e terminar de comer na Leopoldina. Sempre acreditamos. Meu pai realmente acreditou que o João poderia chegar ao profissional do Flamengo. E todos nós somos flamenguistas - completou Monique.

João Gomes, ainda criança, com o avô, Mirinho — Foto: Arquivo Pessoal
2 de 3 João Gomes, ainda criança, com o avô, Mirinho — Foto: Arquivo Pessoal

João Gomes, ainda criança, com o avô, Mirinho — Foto: Arquivo Pessoal

Desde 2014, Gomes mora em Vargem Grande, perto do Ninho do Urubu. Conforme progrediu na carreira, começou a conquistar espaço. Sempre foi tratado como promessa, mas não desanimou em momentos mais difíceis. Quando o volante passou por um período sem muito utilizado, Monique, de cabeça quente, sugeriu que ele deixasse o Flamengo. A resposta foi veemente:

- Eu só vou embora do Flamengo no dia em que o Flamengo não me quiser mais - disse Gomes.

Titular no sub-20 e convocação para a seleção brasileira

A persistência deu resultado. Em 2019, Gomes foi titular da equipe sub-20 que conquistou cinco competições na temporada, incluindo o Campeonato Brasileiro, o Campeonato Carioca e a Supercopa do Brasil. Chegou a ser convocado para a seleção sub-20, mas acabou não se apresentando, pois o Flamengo estava na reta final de temporada.

João Gomes em ação no clássico contra o Fluminense pelo sub-20 — Foto: Marcelo Cortes / Flamengo
3 de 3 João Gomes em ação no clássico contra o Fluminense pelo sub-20 — Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

João Gomes em ação no clássico contra o Fluminense pelo sub-20 — Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Em campo, Gomes tem jogado tanto de primeiro como segundo volante. Quem acompanha a base rubro-negra o vê como um atleta de bom passe, com movimentação e visão de jogo, e boa força física e poder de marcação. Na atual temporada do sub-20, foi titular em três jogos e deu uma assistência até então.

Esta não será a primeira experiência de João Gomes nos profissionais. Na retomada dos treinos após a pandemia, ele fez parte de um grupo de meninos do sub-20 que subiu para treinar com a equipe de cima, ainda sob o comando de Jorge Jesus.

Gomes foi um dos nove jovens da base inscritos pelo Flamengo na Libertadores, depois que a Conmebol aumentou para 50 o limite de jogadores que poderão ser usados na competição. De todos, o volante foi o único a ser incluído na viagem para o Equador.

O Flamengo enfrenta o Independiente del Valle nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), pela terceira rodada do Grupo A. No dia 22 de setembro, encara o Barcelona em Guayaquil.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 14 horas a partir de agora
Libertadores da América
Barcelona de GuayaquilBarcelona de Guayaquil
X
FlamengoFlamengo
Ter 22/09 / Monumental de Barcelona / 19h15
Libertadores da América
Independiente Del ValleIndependiente Del Valle
5 x 0
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana