Logo Netfla

Nome viável? 'Tudo o que o Flamengo gasta é metade do Neymar', explica Landim

O presidente do Flamengo , Rodolfo Landim, explicou em um live ao lado do ex-vice de finanças do clube, Claudio Pracownik, a dimensão que seria uma eventual contratação de Neymar para os gastos rubro-negros. Landim citou que desde o ano passado alguns torcedores o questionam sobre a existência ou não de chance real da contratação do atacante do PSG no futuro. O presidente do Flamengo trouxe os números para dizer que é inviável.

- As cifras são loucas. Ele me perguntam: "Presidente, esse negócio aí do Neymar?". Ano passado tinha muito disso porque o Neymar brincou muito comigo, quando fui chefe de delegação da seleção. Mas as pessoas não têm noção do que é o Neymar. Ele ganha 38 milhões de euros de salário por ano. Se botar os custos sociais, imagino que as regras na França sejam parecidas com a da Espanha, com uns cento e poucos por cento em cima (do salário base): o custo dele seria 80 milhões de euros para o Barcelona, por exemplo. Multiplicando por seis (cotação do euro frente ao real), algo em torno de R$ 480 milhões por ano. O Flamengo, pagando tudo em 2019, foi para R$ 230 milhões (gastos com salários do pessoal). Tudo o que o Flamengo gasta é metade do Neymar - disse Landim.

O assunto Neymar apareceu quando o presidente do Flamengo defendia a necessidade de que o futebol brasileiro busque espaço no mercado internacional. O tema estava fresco na mente do dirigente porque nesta terça houve uma reunião da comissão de clubes junto à CBF e os direitos internacionais do Brasileirão estiveram em pauta.

- Para passar no exterior eu dou até de graça. Eu não estou preocupado com os primeiros anos. Tem que se criar o hábito. A gente precisa conquistar espaço no mercado mundial - disse o presidente do Flamengo.

Fonte: Extra

Comentários

Últimas
+ Lidas da semana