Flamengo: Bandeira de Mello é absolvido pelo Conselho de Administração

E a noite desta segunda-feira (20 de maio) foi positiva para Eduardo Bandeira de Mello dentro do Flamengo. O ex-presidente do clube foi absolvido pelo Conselho de Administração por suposta intervenção na eleição do ano passado. Dos 89 votos, 47 foram a favor do presidente de 2013 até 2018.

O motivo foi uma ação na justiça contra o clube por causa das cores das chapas da última eleição. A ação na 34ª Vara Cível, movida pelo sócio Bruno Barki, pedia que a preferência de escolher as cores das chapas eleitorais deveria ser por ordem de chegada. Ricardo Lomba, candidato de Bandeira em 2018, e Rodolfo Landim, atual presidente, queriam a mesma cor azul. Foi Bandeira quem assinou para que a chapa de Lomba tivesse a cor azul por conta da ordem de chegada. No entanto, o candidato foi com a cor rosa, enquanto Landim concorreu e venceu com a chapa roxa.

Na sessão realizada na tarde desta segunda, na Gávea, Bandeira foi julgado por 89 pessoas e teve 47 votos a favor. 41 foram contra, enquanto um foi nulo/branco. Bandeira poderia até mesmo ser expulso do quadro social do Flamengo.

Em campo, a equipe de Abel Braga terá a semana livre para trabalhar depois da derrota para o Atlético-MG. O próximo compromisso será contra o Athletico-PR, domingo, no Maracanã.

Saiba mais:

Crédito da foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Fonte: FoxSport

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3 semanas, 4 dias a partir de agora
Copa do Brasil
Athlético PRAthlético PR
X
FlamengoFlamengo
Qua 10/07 / Arena da Baixada / 21h30
Brasileirão Seria A
CSACSA
0 x 2
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana