Logo Netfla

Ele saiu do Flamengo antes da estreia para virar "Sergio Ramos do deserto"

Relacionado para quatro jogos do Campeonato Carioca e dono de uma trajetória sólida nas categorias de base com cinco títulos em um ano e meio, o zagueiro Gustavo Alemão saiu do Flamengo no mês de setembro, antes de estrear como profissional. Coincidentemente, antes do surto de Covid-19 no elenco que deu espaço a vários jovens que atuavam com ele, como João Lucas, Natan, Otávio, Noga e outros.

"Deus sabe de todas as coisas. Fico feliz de ver amigos meus que jogaram comigo no ano passado inteiro conseguindo chegar no profissional jogando e jogando muito, eles merecem e trabalharam para isso", diz o ex-flamenguista, sem arrependimentos pelo passo ousado na carreira.

Até porque, na verdade, a escolha nem foi tanto dele, que tinha os direitos detidos pelo Guarani de Palhoça-SC. O Flamengo não cobriu uma proposta do Al Sharjah, dos Emirados Árabes, e ele assinou um contrato por três temporadas. Hoje, Gustavo Alemão treina com o time principal e já atuou cinco vezes pelo sub-21. Nos dois primeiros jogos fez quatro gols - dois em cada um. Melhor começo, impossível.

Estou me adaptando e feliz. Foi muito comentado sobre os meus quatro gols pelas pessoas daqui, no clube gostaram muito do meu estilo de atacar a bola, procurar sempre o jogo, ser muito ofensivo. Aqui não estão acostumados com zagueiro assim, tanto que saiu num jornal falando que sou o Sergio Ramos do deserto, que contrataram um zagueiro e veio um centroavante, que confundiram (risos)."

O clube onde ele joga é da cidade de Sharjah, uma espécie de capital cultural dos Emirados Árabes, mas desértica. "Faz calor, viu? Muito quente mesmo. Falam que está inverno, mas é sempre 35 graus (risos). Dizem que no verão pode chegar a 60 graus. O que compensa é que todos os lugares são climatizados e treinos são de noite, após a oração deles. Aqui é encostado em Dubai, mas se você anda mais dez, 15 minutos é deserto, só areia", diz o brasileiro, que também tem estranhado a picância da comida no país.

Gustavo Alemão - Alexandre Vidal - Alexandre Vidal
Gustavo Alemão, ex-Flamengo, é zagueiro do Al Sharjah, dos Emirados Árabes
Imagem: Alexandre Vidal

Catarinense, Gustavo Alemão chamou atenção do Flamengo em uma edição da Copa São Paulo de Juniores pelo Ituano, onde até chegou até a atuar profissionalmente. A trajetória durou um ano e meio e foi coroada por títulos importantes, como Carioca, Copa do Brasil e Supercopa sub-20 no ano passado.

"Acabando a Supercopa tive oportunidade de subir para a equipe principal no começo do ano. Fui para quatro jogos com o time principal de férias, Maracanã, foi algo muito bom, levei minha família para ver jogos lá... Aí teve a pandemia, voltei para o sub-20, após isso tive quatro jogos e fiz três gols. Na minha despedida fui capitão e fiz gol contra o Inter na estreia do Brasileiro sub-20. Enfim, o Flamengo tem um papel grande na minha vida", diz a ex-dupla de Natan no sub-20 rubro-negro.

Mas agora o Flamengo é passado e o foco é na carreira nos Emirados Árabes: "Primeiramente quero me adaptar bem ao clube e à região, fazer carreira aqui e fazer meu nome no Shajrah. Depois continuar trabalhando forte para aparecerem novas oportunidades."

Time - Reprodução/@SharjahFC - Reprodução/@SharjahFC
Time profissional do Al Sharjah tem dez brasileiros; destaque para Jonathas, ex-Corinthians
Imagem: Reprodução/@SharjahFC

Imagem: Reprodução/@SharjahFC

Fonte: Uol

Comentários

Jogos

Próximo jogo 6 horas a partir de agora
Libertadores da América
FlamengoFlamengo
X
Racing - ARGRacing - ARG
Ter 01/12 / Maracanã / 21h30
Libertadores da América
Racing - ARGRacing - ARG
1 x 1
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana