O lateral direito Rodinei chegou ao Flamengo no começo da temporada, depois de se destacar pela Ponte Preta e ser disputado por grandes clubes como o Grêmio. Ele admitiu que a mudança de clube foi importante para a carreira, mas que procura não se intimidar com o novo local de trabalho e manter o futebol dos tempos de Campinas.

"Falei com o psicólogo do clube. Busco conversar com todo mundo que pode me ajudar a crescer. Meu futebol sempre foi esse arroz com feijão, sou o de sempre. Aqui estou jogando mais adiantado, sendo mais requisitado", disse, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Mesmo morando no Rio de Janeiro, o jogador não quer saber de aproveitar a folia. "O que eu queria fazer era ir pra minha cidade, porque estou com saudade. Não sou de sair, nem de carnaval"