Noite de total domínio e 'presentes' para o Flamengo

O Mais Querido voltou a mostrar o tamanho de sua superioridade técnica diante dos rivais de Grupo E desta Libertadores. Passou por cima do Millonarios com tranquilidade, imposição e organização, e se aproveitou de erros grosseiros dos colombianos para começar a construir os 3x0. Confirmou a sensação de que poderia ter feito uma campanha muito melhor fora de casa para ficar em primeiro.

O resultado ficou barato para os colombianos, que viram o Flamengo ser ainda mais criativo na 2ª etapa e desperdiçar muitas chances. No reencontro de Gabigol com o Maracanã depois do episódio em que apareceu vestido com a camisa do Corinthians, o atacante não foi utilizado pelo técnico rubro-negro.

Escalações

Tite confirmou a zaga com Léo Ortiz e David Luiz. Fabricio Bruno, em sua provável despedida do clube, começou no banco de reservas. Léo Pereira foi o desfalque. Recuperado de lesão, o volante Pulgar iniciou entre os suplentes. Allan seguiu como titular. Alberto Gamero reforçou o sistema defensivo do eliminado Millonarios ao escalar um 5-4-1. O lateral-esquerdo Jorge Arias atuou como zagueiro.

Como Flamengo e Millonarios iniciaram o duelo válido pela 6ª rodada do Grupo E da Libertadores 2024 — Foto: Rodrigo Coutinho

O jogo

Disposto a não dar a mínima chance para surpresas, o Flamengo empurrou o Millonarios para trás desde os primeiros minutos. Assim como no jogo com o Bolívar, adiantou o bloco de marcação e roubou bolas rapidamente dentro da intermediária rival.

Se estava difícil entrar com a pelota no chão, vide as duas linhas montadas pelos colombianos perto da própria área, o rubro-negro colheu os frutos de sua postura concentrada para aproveitar um erro técnico do volante Giraldo, que tentou recuar uma bola cheia de efeito para Montero. O goleiro foi enganado pelo quique dela e Pedro não perdoou.

Esta era a dinâmica da partida. O Flamengo trocava passes na metade contrária. Tinha Gérson flutuando a partir do lado direito mais uma vez. Se encontrando com Arrascaeta e De la Cruz por dentro, somando boas ações, e Varela ocupando o flanco direito, mas impreciso ao se aproximar da área. O Millonarios impedia um volume de chances, mas era inofensivo com a posse.

Pedro; Flamengo; Libertadores — Foto: André Durão

Pela esquerda, houve pouca interação entre Everton Cebolinha e Ayrton Lucas, que receberam algumas bolas, mas ficaram presos na marcação colombiana. Allan trabalhava bem os passes e auxiliava a inibir as tentativas de contragolpe dos visitantes ao lado de Léo Ortiz e David Luiz. Jogo de muita agressividade dos zagueiros rubro-negros nas transições defensivas. Venceram os duelos!

David, inclusive, relembrou o auge de sua carreira ao carregar a bola pela meia-direita, tabelar com Gérson e driblar Emerson Rodriguez. O cruzamento do camisa 8 na sequência encontrou a cabeça de Vargas, que marcou contra, em mais uma cortesia do Millonarios ao clube carioca. O mérito do Flamengo não fica em segundo plano por isso, ''martelou'' até encontrar os erros rivais.

Viña, que havia acabado de entrar no lugar do lesionado Ayrton Lucas, ainda construiu uma grande jogada no terceiro gol carioca, mais um anotado por Pedro. Impediu um contra-ataque adversário e fez uma pintura de passe rasteiro e vertical para o centroavante. Placar justo, tamanha a superioridade brasileira.

Tite no banco de reservas do Flamengo contra o Millionarios, com Pedro e Gerson — Foto: André Durão

O Millonarios demorou quase 30 minutos para trocar três passes seguidos no campo de ataque. Chegou com perigo em um contragolpe de Emerson Rodriguez, que enfim ganhou um duelo contra Léo Ortiz e David Luiz, e cruzou na medida para o experiente David Silva perder um gol feito.

O Flamengo encontrou mais facilidade para entrar na defesa adversária na 2ª etapa. Mas não repetiu a precisão da etapa inicial. Pedro chegou perto de marcar mais duas vezes - uma delas de bicicleta. Arrascaeta e Cebolinha subiram de produção em relação ao 1º tempo e também tiveram suas chances.

Luiz Araújo, Pulgar, Lorran e Bruno Henrique foram as outras quatro mexidas utilizadas por Tite. Bruno foi expulso cinco minutos depois de sua entrada em campo ao acertar um duro carrinho por trás. O Millonarios teve apenas um lance de perigo em todo o 2º tempo. Ficou evidente a disparidade entre as duas equipes.

Fonte: Globo Esporte

Últimas Notícias

Último Fla-Flu com Fluminense na lanterna teve show e deboche de Adriano Imperador para Cuca: 'Se fosse um técnico de verdade...'

Último Fla-Flu com Fluminense na lanterna teve show e deboche de Adriano Imperador para Cuca: 'Se fosse um técnico de verdade...'

Fluminense e Flamengo se enfrentam neste domingo (23), às 16h (de Brasília), pela 11ª rodada do Brasileirão . E o clássico acontece num momento em que...

Quem é a joia do Panamá que tentou jogar no Fluminense, já foi colocado na mira do Flamengo e sonha com Europa: 'É o momento'

Quem é a joia do Panamá que tentou jogar no Fluminense, já foi colocado na mira do Flamengo e sonha com Europa: 'É o momento'

Uma joia da seleção do Panamá quase veio parar no Brasil. Trata-se do volante Adalberto 'Coco' Carrasquilla , que estará em campo neste domingo (23), às...

Fluminense x Flamengo: onde assistir ao vivo, horário, palpites e prováveis escalações do jogo do Brasileirão

Fluminense x Flamengo: onde assistir ao vivo, horário, palpites e prováveis escalações do jogo do Brasileirão

Neste domingo (23), Fluminense e Flamengo fazem mais uma edição do tradicional clássico Fla-Flu, no Maracanã, às 16h (de Brasília), válido pela 11ª rodada do Brasileirão...

Líder e lanterna, Flamengo e Fluminense fazem clássico onde o segredo para a vitória pode estar na efetividade

Líder e lanterna, Flamengo e Fluminense fazem clássico onde o segredo para a vitória pode estar na efetividade

Diferentemente do cenário dos últimos anos, Flamengo e Fluminense se enfrentam hoje, às 16h, no Maracanã, numa situação bastante peculiar. Acostumados a disputar finais de Carioca...

Matheus França jura amor pelo Flamengo e cita diferença entre Inglaterra e Brasil: "Grama perfeita"

Matheus França jura amor pelo Flamengo e cita diferença entre Inglaterra e Brasil: "Grama perfeita"

Convidado do GE Flamengo #426, o meia-atacante Matheus França não se furtou de reafirmar a paixão pelo clube que o formou ao declarar-se "flamenguista doente". Mas,...