Logo Netfla

Consequências da derrota: Abel tem dilemas para tentar recolocar o Flamengo no rumo

A derrota do Flamengo para o Atlético-MG por 2 a 1, em Minas, com um jogador a mais durante todo o segundo tempo, levantou questionamentos sobre a equipe. Agora, o técnico Abel Braga tem a semana inteira para tentar fazer com que o time aprenda as lições e não repita erros.

Mas quais serão as consequências do fracasso? Quais os dilemas que o treinador tem que enfrentar antes de dar sequência no trabalho? No próximo domingo, o Rubro-Negro enfrenta o Athletico-PR, no Maracanã, com Abel novamente no olho do furacão, muito criticado pelas escolhas e pelo discurso após a partida .

- São resultados normais. Acho que merecíamos sorte melhor. Se fosse empate eu também estaria decepcionado. A atuação fugiu ao nosso padrão - disse o treinador.

Há duas semanas, Abel Braga viveu seu momento de maior instabilidade no comando do Flamengo, mas foi abraçado pela cúpula do clube. Luiz Eduardo Baptista (BAP), vice de Relações Externas, é o principal entusiasta da permanência do treinador e teve influência na decisão .

Mudar peças?

O técnico tem mantido a base do time, mas já declarou que espera mais de Arrascaeta, que nos últimos jogos não repetiu suas melhores exibições. Nos últimos cinco jogos em que começou como titular, foi substituído em todos. Apesar de elogiar a qualidade técnica do uruguaio, Abel espera mais produtividade e regularidade.

Ao mesmo tempo em que Arrascaeta oscila, o treinador acredita que Diego tem "pedido passagem". Contra o Galo, o meia estava suspenso e não foi relacionado. Está nas mãos de Abel dar mais uma nova oportunidade ao camisa 14 ou lançar Diego.

Arrascaeta não jogou bem contra o Galo e foi substituído novamente — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Arrascaeta não jogou bem contra o Galo e foi substituído novamente — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Gabigol - pouco rendimento

Abel escalou o camisa 9 centralizado, depois tentou utilizá-lo aberto na direita com Bruno Henrique mais fixo... Não adiantou. O atacante vive um momento de exibições ruins e pouca produtividade, seja na hora de fazer gol ou dar assistência. A última vez que balançou a rede foi na vitória sobre o Cruzeiro, no Maracanã.

Contra o Galo, mais uma participação discreta, embora não tenha faltado empenho. O desafio do treinador é conseguir extrair do seu centroavante o melhor do seu potencial.

Gabigol passou em branco contra o Galo — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Gabigol passou em branco contra o Galo — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Qual goleiro vive melhor fase?

Durante o período em que Diego Alves teve uma lombalgia, Cesar entrou e deu conta do recado, inclusive no jogo mais importante do Flamengo no ano, contra o Peñarol, no Uruguai. Recuperado, Diego retornou ao time e atuou nas últimas partidas. Na derrota para o Galo, muitos rubro-negros indicaram nas redes sociais que ele vacilou no gol de Chará, que tinha pouco ângulo mas conseguiu bater o arqueiro do Fla.

Cuéllar - sem a segurança do colombiano?

O volante deixou o Independência direto para fazer exame no tornozelo direito. Não houve fratura, mas os médicos ainda vão reavaliar o jogador na reapresentação do elenco, na terça-feira. Ainda é cedo para confirmar se Cuéllar será problema para o próximo jogo.

Apesar da confiança que existe em Piris da Motta, seu substituto natural, perder Cuéllar neste momento seria um peso grande para o desempenho do time.

 — Foto: Divulgação

— Foto: Divulgação

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3 dias, 12 horas a partir de agora
Taça Libertadores da América
FlamengoFlamengo
X
InternacionalInternacional
Qua 21/08 / Maracanã / 21h30
Brasileirão - Série A
VascoVasco
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana