Com doses duplas e estrela em clássicos, Bruno Henrique assume artilharia do Carioca

Fora da partida decisiva, no próximo domingo, por conta do terceiro cartão amarelo, Bruno Henrique se despediu do Campeonato Carioca com atuação de gala, na vitória por 2 a 0 sobre o Vasco. Mais uma diante de rivais. O camisa 21 vem se especializando em decidir clássicos. Seis dos seus oito gols no Carioca foram contra rivais. E todos foram suas vítimas.

Antes de marcar dois gols contra o Vasco que deixaram o Flamengo próximo do título estadual, Bruno Henrique fez o mesmo com Botafogo e Fluminense. Em sua estreia, precisou de 45 minutos para marcar duas vezes, na virada sobre o Alvinegro, no Nilton Santos. Na Taça Rio, novamente dose dupla, desta vez no 3 a 2 diante do Fluminense.

- Marcar é sempre bom. E marcar em clássicos, dois gols ainda, é muito importante. Estou muito feliz - comemorou.

Artilheiro do Carioca, atacante fica fora do último capítulo

Os gols em clássicos ajudaram Bruno Henrique a assumir a artilharia do Campeonato Carioca. Com oito gols, superou os sete de Anderson Lessa (Bangu), Maxwell (Resende) e Gabigol, o único ainda em ação no estadual. Com cinco, Marrony, do Vasco, corre por fora. Suspenso da partida final, Bruno acompanhará de fora o desfecho da disputa.

Comemoração Bruno Henrique - Gol do Flamengo — Foto: Alexandre Loureiro/BP Filmes

Comemoração Bruno Henrique - Gol do Flamengo — Foto: Alexandre Loureiro/BP Filmes

- Estou feliz em poder marcar novamente no Engenhão, onde estreei. Hoje, novamente, consegui ajudar a equipe fazendo dois gols. Estou triste por não poder jogar o segundo jogo, mas tenho certeza que o companheiro que entrar vai dar conta do recado.

Bruno quase pediu música

Vice artilheiro do Flamengo na temporada com oito gols, um a menos do que Gabigol, Bruno Henrique tem outra faceta além de goleador. É o principal garçom do time na temporada, com oito assistências.

Seus números poderiam ser ainda melhores, se outro gol contra o Vasco, neste domingo, não fosse anulado pelo árbitro Rodrigo Nunes de Sá. Na opinião de Paulo César de Oliveira, comentarista de arbitragem do Grupo Globo, de forma equivocada.

- Consegui ajudar, fazer gols. Três para valer dois, né? Mas o que importa é a vitória da equipe. Todos sabem, gol anulado onde o juiz e o VAR erraram. Fico triste, mas a gente sabe da capacidade dos árbitros. Agora não é hora de ficar criticando. Deixa essa música para depois - lamentou Bruno Henrique, referindo-se ao "Gols do Fantástico".

banner flamengo — Foto: Divulgação

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Campeonato Carioca
FlamengoFlamengo
- x -
VascoVasco
Últimas
+ Lidas da semana