Logo Netfla

CBF irá propor assumir custo do VAR e restrição a trocas de técnicos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou hoje que apresentará ao Conselho Técnico da Série A do Campeonato Brasileiro "uma série de propostas para garantir avanços na organização e nos níveis técnico e disciplinar da competição". A apresentação será feita amanhã e incluirá, entre outras coisas, a restrição do número de trocas de treinadores e o custo do árbitro auxiliar de vídeo (VAR), que ficará a cargo da própria CBF. A adoção depende da aprovação dos clubes da primeira divisão nacional.

Segundo comunicou a própria entidade, a VAR será adotado nas 380 partidas do Brasileirão. Os custos com tecnologia e infraestrutura serão bancados integralmente pela CBF. Aos clubes, caberá o pagamento de despesas com os responsáveis pela administração do recurso, como já ocorre com as equipes de arbitragem.

A Confederação ainda proporá aos clubes que apenas uma mudança de treinador seja realizada durante toda a disputa da Série A. "Essa medida vai ajudar os clubes a racionalizarem sua gestão e a médio prazo permitirá a redução de custos", explica Rogério Caboclo, diretor executivo de gestão da CBF.

Ainda deverá haver restrição no número de atletas inscritos na competição. A CBF espera que cada clube possa registrar no máximo 40 jogadores para a disputa do torneio.

"O número foi obtido depois de um levantamento estatístico sobre quantos jogadores foram utilizados em média pelas equipes, nas últimas edições do campeonato", disse Manoel Flores, diretor de competições da confederação.

Veja como foi o treinamento dos árbitros brasileiros para a adoção do VAR

UOL Esporte

Brasil terá (de novo) sua Supercopa

No que depender da CBF, a temporada de 2020 marcará o retorno da Supercopa do Brasil ao calendário. Como acontece em outros países, a disputa reunirá o vencedor do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

O título será definido em jogo único, em local previamente definido. Em 1990, o Grêmio conquistou a Supercopa em dois jogos contra o Vasco, em Porto Alegre e no Rio de Janeiro. No ano seguinte, em jogo único no Morumbi, o Corinthians ficou com o título ao bater o Flamengo.

Ainda nas propostas que serão levadas aos clubes amanhã, a CBF promete apresentar um projeto para aumentar o público do Campeonato Brasileiro. De quebra, quer lançar uma campanha educativa em todas as competições nacionais pelo respeito à arbitragem e às regras do jogo, de forma a garantir mais tempo de bola rolando e menos punições disciplinares.

"Queremos elevar o patamar do Campeonato Brasileiro", diz Rogério Caboclo. "Para isso, apresentaremos aos clubes uma pauta integrada, que passa pela arbitragem, pelos aspectos técnicos das partidas e pelo público nos estádios", completa.

Fonte: Uol

Comentários

Jogos

Próximo jogo 1 dia, 11 horas a partir de agora
Taça Libertadores da América
FlamengoFlamengo
X
InternacionalInternacional
Qua 21/08 / Maracanã / 21h30
Brasileirão - Série A
VascoVasco
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana