Tite foi anunciado como técnico do Flamengo nesta segunda-feira (9) e assinou contrato até o fim de 2024 . No clube carioca, ele vai reencontrar o atacante Gabigol após a polêmica no fim do ano passado.

Na ocasião, dias após a conquista da CONMEBOL Libertadores do time carioca, os jogadores rubro-negros foram às ruas desfilar para os torcedores. Ausente da lista de Tite para a Copa do Mundo do Qatar, Gabriel "comprou" a briga da torcida com o comandante .

Irritados pela ausência do ídolo entre os atletas que foram para o Mundial, os rubro-negros gritavam: "Ô Tite, vai se f***, o Gabigol não precisa de você", além do tradicional "Ão, ão, ão, Gabigol é seleção".

Gabigol pedia para os torcedores gritarem mais os xingamentos a Tite e respondeu: "Eu já jogo em uma seleção, c***".

Em entrevista à Globo , Gabigol foi perguntado se havia ficado alguma mágoa por ficar de fora da lista de Tite.

"Não... (Durante) Meia hora deu raiva (risos), mas passou. Meia hora já está tudo tranquilo", disse o atacante.

Agora, Tite e Gabigol se reencontram no Flamengo. Será que a sintonia que faltou entre os dois vai aparecer no clube carioca?

Próximos jogos do Flamengo