Logo Netfla

Sem ritmo no Flamengo, Arrascaeta ganha carinho de Abel e promessa de titularidade

Foram apenas 196 minutos em campo ao longo de quatro partidas disputadas. O início de Arrascaeta no Flamengo está longe de ser expressivo como os valores gastos pelo clube para tirar o jogador do Cruzeiro.

Depois da primeira partida como titular, diante do Resende, quando atuou por 70 minutos e deixou o campo, os três últimos jogos foram no banco de reservas. Inclusive contra o Fluminense, quando entrou no fim e teve falha decisiva para a eliminação na Taça Guanabara.

- Não vamos crucificar ninguém. Jogador joga bem e joga mal. Não podemos deixar a derrota cair nos ombros do Arrascaeta. Farei de tudo para ele não baixar a cabeça. Jogador de gabarito que pode já iniciar o próximo jogo. Tem sabido esperar a chance. Foi uma falha. Ele precisa ser acarinhado. Quem sabe já não começa de início. Poderia acontecer com outro - defendeu Abel Braga, já projetando a titularidade contra o Americano no dia 24 de fevereiro, pela Taça Rio.

Arrascaeta entrou no lugar de Everton Ribeiro, que vinha bem na partida mas sentiu dores. Cobrou uma falta sem perigo e participou pouco das jogadas ofensivas. No lance do gol do Fluminense, o uruguaio tentou sair jogando, rodou na frente de um marcador e perdeu a bola. Na sequencia, Luciano venceu Diego Alves e decretou a classificação do Fluminense.

Time principal sem certeza de Gabigol

Como consequência da primeira derrota no Flamengo, Abel Braga indicou que quer definir logo a equipe titular. No entanto, seguirá revezando o time na Taça Rio de olho na Libertadores, em março.

- O que vamos fazer em primeiro lugar é fazer a equipe que ela possa ser titular e o torcedor saber. Mesmo que usemos equipes diferentes. Num clube como o Flamengo o que a torcida consegue fazer num momento desses, eles também querem vencer tudo. Mas não se consegue vencer tudo. Acredito que coisas importantes vão acontecer. Um ou outro estiveram abaixo. Equipe tem um banco muito bom. O trabalho está sendo gratificante. A gente sente no dia a dia. É a primeira derrota. Te faz crescer - justificou o treinador.

Embora tenha indicado a variação do time, Abel elogiou a participação de Gabigol, que fez sua estreia como titular e criou algumas oportunidades.

- Gabriel hoje fez uma partida boa. Correu muito. Teve movimentação. Criou pelo lado direito. Não sei dizer (se ele será mantido). Achamos que seria melhor pela velocidade. Não será sempre assim. Vamos para o jogo a jogo. Temos dois jogos para pensar na grande meta na altitude da Libertadores. Vamos avaliar o adversário - completou o técnico.

Fonte: Extra

Comentários

Jogos

Próximo jogo 1 dia, 11 horas a partir de agora
Taça Libertadores da América
FlamengoFlamengo
X
InternacionalInternacional
Qua 21/08 / Maracanã / 21h30
Brasileirão - Série A
VascoVasco
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana