Logo Netfla

Sem caô! Guerrero volta ao Maracanã em melhor fase no Brasil para reencontro com o Fla

Paolo Guerrero pisará o gramado do Maracanã nesta quarta-feira, às 21h30, e seus olhos percorrerão as arquibancadas tomadas por flamenguistas, como tanto o fez com a camisa 9 às costas. Mas nada de "Acabou o caô" ou do carinho que recebeu nos tempos de Flamengo. De volta ao estádio como rival, o peruano tem a missão de comandar o Inter com os gols já habituais em busca de vantagem no duelo de ida das quartas de final da Libertadores.

O artilheiro colorado em 2019 será o principal responsável por tentar estragar a festa de uma torcida que o recepcionou de braços abertos em 2015. Guerrero enfrentará o Flamengo no Maracanã pela primeira vez. E o fará respaldado por números e protagonismo bem mais expressivos do que os apresentados com a camisa rubro-negra (veja na tabela abaixo).

Aos 35 anos, Guerrero vive a seu momento mais "matador" por um clube brasileiro. A sintonia com o Inter foi imediata mesmo após oito meses de inatividade devido à suspensão por doping. A longa foi recompensada com 11 gols em 19 jogos e a sensação presente de que o camisa 9 foi feito para ocupar o posto no ataque.

Paolo Guerrero

No InterNo Flamengo
19 jogos115 jogos
11 gols43 gols
Média de 0,57 gol/jogoMédia de 0,37 gol/jogo

A efeito de comparação: o atacante fez seis gols nos mesmos 19 jogos iniciais pelo Flamengo e só conseguiu alcançar o 11º gol na 25ª partida pelo clube. No Inter, a média de gols é de 0,57, superior a 2017, seu melhor ano no Rubro-Negro – foram 20 gols em 44 jogos, com média de 0,45.

Os gols saem com naturalidade e não só conquistam a torcida, como são decisivos para o Inter na Libertadores. Seu gol em Montevidéu encaminhou a vaga às quartas de final na vitória por 1 a 0 sobre o Nacional – e ele marcou também na volta. Na fase de grupos, anotou duas vezes no triunfo por 3 a 2 sobre o Palestino, vital para a equipe praticamente se garantir nos mata-matas.

Em uma noite de reencontro para um centroavante, a boa e velha "Lei do Ex" logo desponta na memória. E Guerrero já a fez valer recentemente, ao marcar na vitória do Inter por 3 a 1 sobre o Flamengo, no Beira-Rio, pelo Brasileirão (veja abaixo).

Guerrero e o Maracanã

Guerrero fará sua primeira partida pelo Inter no Maracanã. Mas o centroavante guarda uma lembrança recente histórica e com sabores contrastantes de sua última vez no estádio, também vestindo vermelho e branco. Mas pelo Peru.

Capitão e ídolo da seleção nacional, o camisa 9 fez história ao conduzir a seleção do país até a final da Copa América deste ano. Na decisão, o Peru amargou uma derrota por 3 a 1 para o Brasil. Mas Guerrero deixou sua marca, de pênalti.

Os números dele no estádio são estes:

  • 32 jogos
  • 14 vitórias
  • 11 empates
  • 7 derrotas
  • 12 gols marcados
  • Média de 0,37 gol por jogo

E a passagem pelo Flamengo?

Em solo carioca, Guerrero e a delegação colorada ficarão hospedados em Copacabana, distante da cobertura que foi sua casa na passagem pelo Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. Mas o peruano ainda reviverá um pouco de sua história de altos e baixos nos 115 jogos que disputou em três anos pelo Flamengo.

O centroavante chegou como contratação de peso, que virou simbólica por marcar uma nova era do clube no mercado. Longe de fracassar na Gávea, o peruano nunca correspondeu com o protagonismo esperado pelos rubro-negros de seu camisa 9.

Guerrero não foi o goleador que o Flamengo esperava, com 43 gols marcados em 115 jogos (média de 0,37 por jogo). O ápice do centroavante foi vivido em 2017, quando ele comandou o Rubro-Negro na conquista do Campeonato Carioca de forma invicta: foi artilheiro e craque do estadual.

A saída do clube, no meio do ano passado, foi conturbada. Suspenso pela Fifa por ter sido flagrado no antidoping, Guerrero sentiu falta de apoio do Flamengo. O clube, por sua vez, se sentiu prejudicado por perder seu atleta mais caro por seis meses. E a negociação de renovação emperrou.

Guerrero, Flamengo x Botafogo — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.com

Guerrero, Flamengo x Botafogo — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.com

A passagem pelo clube acabou nos tribunais. O Flamengo acionou o peruano na justiça para reaver o pagamento de direitos de imagem pagos de forma antecipada antes da suspensão por doping. O clube crê que houve negligência do peruano e pede a devolução de R$1,8 milhão. Houve tentativa de acordo na Justiça, mas jogador não compareceu à audiência de conciliação.

Com Guerrero como esperança de gols e protagonismo, o Inter encerra a preparação para a decisão com um último treino em Porto Alegre nesta terça-feira. À tarde, a delegação colorada embarca rumo ao Rio de Janeiro.

O Inter enfrenta o Flamengo no Maracanã nesta quarta-feira, às 21h30, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. O duelo da volta está marcado para 28 de agosto, no Beira-Rio, também às 21h30.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 4 dias, 8 horas a partir de agora
Brasileirão - Série A
CruzeiroCruzeiro
X
FlamengoFlamengo
Sab 21/09 / Mineirão / 17h00
Brasileirão - Série A
FlamengoFlamengo
1 x 0
SantosSantos
Últimas
+ Lidas da semana