Os treinamentos ao longo da semana já indicavam que o Internacional teria mudanças no time titular para a partida contra o Sport, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena Pernambuco. Celso Roth fez diversos testes na equipe e promoveu a entrada de Ceará na lateral direita, deslocando William para o meio de campo. Nesta sexta-feira, o técnico colorado confirmou a alteração.

"O William tem atitude, improvisação, drible. O perfil dele é extremamente interessante para quem está na função. O William começou como meia. Está voltando ao lugar dele. E o Ceará me deu uma resposta muito boa (na lateral)", avaliou.

Sem vencer há 13 jogos, o Colorado deixou as primeiras colocações e caiu vertiginosamente na tabela do Campeonato Brasileiro, passando a brigar para não entrar na zona de rebaixamento. Celso Roth sabe da importância de uma vitória fora de casa diante do Sport e garante que os jogadores estão comprometidos com o trabalho.

"O Inter não sai para jogar em qualquer lugar e buscar o empate. Mesmo desequilibrado. Saímos sempre com a direção da vitória, mas não jogamos contra ninguém. São profissionais que buscam a mesma coisa. Chegamos a um clube com desequilíbrio de resultados. Os jogadores não vivem à parte. Eles estão integrados e temos que passar por isso", declarou.

622 2f79df1d a678 3f91 a00c 01d61d619cc1
Celso Roth testa formação diferente no Internacional para tentar encerrar série sem vitórias

A sequência negativa piorou o clima no Gigante da Beira-Rio e custou o cargo de Paulo Roberto Falcão. No lugar do eterno camisa 5 colorado, Roth assumiu com o objetivo de devolver a alegria ao Inter. O treinador minimizou a pressão por resultados imediatos, comparando o atual nível de cobrança com a época vitoriosa do clube.

"O tamanho do peso é o da história e conquistas do Inter. Nos últimos 10, 15 anos, houve um retorno fantástico em conquistas. Neste momento, a cobrança é igual. É da vida. Quem está no Inter precisa saber disso, conviver e sair", finalizou.