"Nunca brigamos por isso", diz casal de adversários após Vas x Fla no AM

Vasco e Flamengo jogaram em Manaus, nesse domingo (24), pela semifinal do Campeonato Carioca. A partida terminou em 2 a 0 para os cruz-maltinos. E como em todo clássico, não poderiam faltar provocações de ambos os lados. No entanto, houve gente que preferiu pregar a paz, apesar das diferenças. Entre eles, o casal Tereza Tenório e Manuel Vicente Neto.

Ela foi ao estádio torcer pelo Flamengo. Ele vibrou pelo Vasco. Apesar dos gostos totalmente diferentes, o casal afirma que, em quase 30 anos de união, nunca brigaram por conta disso. Dentro e fora de casa, eles aprenderam a conviver com a escolha do outro. A relação amigável e o respeito pelo adversário também foram alguns dos ensinamentos repassados aos filhos.

Torcida Vasco x Flamengo AM  (Foto: Matheus Castro) Casal foi ao estádio, mas não gostou da separação (Foto: Matheus Castro)



- Graças a Deus, nunca brigamos por conta disso. Sabemos que é uma rivalidade histórica, mas somos um casal e isso vem acima de tudo. Estamos juntos há 27 anos e sempre mantemos essa cultura de respeito ao outro. Tanto que temos filhas vascaínas, que seguiram o gosto do pai, como flamenguistas, dando prosseguimento na geração - disse Tereza.

SAIBA MAIS
>> Vasco x Fla é marcado por recorde de público, pedradas em carros e zoações
>> Recorde quebrado! Vasco e Flamengo levam 44 mil à Arena da Amazônia

Mas, apesar do clima amistoso, o casal não gostou muito do que viu na Arena. A primeira reclamação foi sobre o cordão de isolamento, montado pela Polícia Militar, que dividiu as duas torcidas até a entrada. Além disso, dentro do estádio, os dois também não puderam ficar juntos.

- Infelizmente não pudemos compartilhar esse momento, pois tinha que ficar cada um para um lado. E isso frustra bastante. Gostaríamos de estar juntos no jogo, porque somos família. Esporte pra mim é isso. É amor, é vibração, é tudo. E a gente não pôde ter, e eu não achei legal. Família tem que continuar unida. E amigos, também - explicou Manuel.

Torcida Vasco x Flamengo AM  (Foto: Matheus Castro) Torcedores foram divididos por gradil (Foto: Matheus Castro)

Ao final do duelo, os flamenguistas foram os primeiros a sair. Contidos, os vascaínos esperaram no pódio frontal da Arena. Mas, ao verem o mar vermelho e preto que se estendia do lado de fora da praça, as provocações recomeçaram. De cima ecoava o coro "Eliminados". Debaixo, "Sai da Série B que a gente conversa". Mesmo imersos em grande rivalidade, o clássico dos Milhões terminou de maneira pacífica.

- Foram 900 policiais, sendo que 30% foram deslocados para cuidar da torcida do Vasco e 70% para a do Flamengo. Colocamos todas as unidades da Polícia Militar, mas aqui no perímetro tudo fluiu normalmente - disse o coronel responsável pela operação, Franclides Ribeiro.

*Por Matheus Castro, com supervisão de Leandro Tapajós

Fonte: Globo Esporte
)