Logo Netfla

Desafio Muricy: técnicos na gestão Bandeira duram em média 4 meses

apresentação de muricy flamengo (Foto: Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Muricy Ramalho tem a missão de acabar com a alta rotatividade de técnicos na gestão de Eduardo Bandeira de Mello (Foto: Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Muricy Ramalho chegou ao Flamengo com múltiplas missões. E uma delas certamente é conseguir ser longevo no cargo, uma tarefa difícil na gestão de Eduardo Bandeira de Mello. Desde que assumiu pela primeira vez, em dezembro de 2012, o atual presidente já enfrentou a saída de oito treinadores no total. Um comportamento que resulta em uma média de troca de comando a cada quatro meses aproximadamente.

Muricy assinou contrato de dois anos. Chegar até ao fim do vínculo vai conferir ao técnico mais um "título" em sua carreira: ser o comandante que mais tempo passou no cargo com Eduardo Bandeira de Mello. Aliás, nem precisa disso tudo. Metade basta. Isso porque Vanderlei Luxemburgo, o mais longevo da atual gestão, ficou 11 meses no comando. Ney Franco está na outra ponta: apenas dois meses dirigindo o Fla. De todos os oito técnicos da atual administração, apenas dois conseguiram ultrapassar a marca de 90 dias de comando.

Outra meta de Muricy será atingir o maior aproveitamento da gestão. Esta liderança é de Dorival Júnior, que alcançou 73% - considerando apenas os números a partir da posse de Bandeira. O mais vencedor, porém, foi Jayme de Almeida. Com o atual auxiliar técnico, o Fla conquistou uma Copa do Brasil e um Campeonato Carioca.

Muricy Ramalho foi apresentado no Flamengo sob um discurso de trabalho em longo prazo. Inclusive, o técnico foi perguntado pelos jornalistas sobre a inconstância do cargo. Ao responder, não titubeou.

- Não sou um cara inseguro, ao contrário. Estou muito seguro. Na minha carreira escolhi muito bem os lugares que trabalhei. Acho que fiz uma escolha muito correta. Contrato de dois anos que se pode estender. Você pode ver meu contrato e termino todos. Sou um cara que conquista. Devo ficar os dois anos e até um pouco mais.

Confira um resumo de todos os técnicos da atual gestão de Eduardo Bandeira de Mello

01

dorival junior

dorival junior flamengo resende (Foto: Bruno Turano / Agência Estado)Dorival Junior (Foto: Bruno Turano/Agência Estado)

Dorival Junior - (03/12/2015 – 13/03/2013)

Contratado pela antecessora Patrícia Amorim, Dorival Junior chegou ao Flamengo valorizado. Permaneceu com a eleição de Eduardo Bandeira de Mello, quando aumentou seu aproveitamento: 73% - considerando apenas a nova administração. É o melhor número entre os oito nomes de Bandeira. Deixou o clube por conta de um impasse salarial para renovação.

Números na gestão Bandeira: 10 jogos (7v/1e/2d)
Números gerais: 37 jogos (15v/12e/10d)
Aproveitamento na gestão Bandeira: 73%

01

jorginho

Jorginho flamengo e remo (Foto: Celso Pupo / Agência Estado)Jorginho (Foto: Celso Pupo / Agência Estado)

Jorginho - (23/03/2013 - 05/06/2013)

Atual comandante do arquirrival Vasco, Jorginho foi o primeiro técnico contratado por Eduardo Bandeira de Mello. Assumiu o time ainda com o Carioca em andamento e teve tempo para preparar o time para o Brasileirão. Porém, iniciou muito mal a competição - sem nenhuma vitória nas quatro primeiras rodadas. Os resultados e a falta de identidade da equipe culminaram na demissão do técnico.

Números: 14 jogos (7v/4e/3d)
Aproveitamento: 59,5%

01

mano menezes

Mano Menezes flamengo treino (Foto: Gustavo Miranda / Agência O Globo)Mano (Foto: Gustavo Miranda / Agência O Globo)

Mano Menezes - (29/06/2013 - 19/09/2013)

Muito valorizado à época, Mano Menezes foi o escolhido para enfim fazer o futebol deslanchar no início da gestão Bandeira de Mello. Depois de um início de até certa forma empolgante, o time enfrentou uma irregularidade muito grande. Porém, antes mesmo de esgotar a paciência da diretoria, o técnico surpreendeu ao pedir demissão com a justificativa: "Não consegui passar para esse grupo aquilo que penso de futebol".

Números: 22 jogos (9v/6e/7d)
Aproveitamento: 54,5%

01

jayme de almeida

jayme de almeida treino flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Jayme (Foto: Gilvan de Souza / Fla Imagem)

Jayme de Almeida - (22/09/2013 - 11/05/2014)

Solução caseira após saída de Mano, Jayme de Almeida inicialmente foi efetivado até o fim de 2013, quando conseguiu fazer o time escapar do rebaixamento. Em seguida, renovou para 2014 após negativa de Abel Braga. E deu certo. Jayme de Almeida conquistou os dois títulos da gestão Bandeira de Mello: Carioca e Copa do Brasil. Entretanto, foi demitido cinco meses depois. Ficou sabendo da dispensa pela imprensa e condenou a postura da diretoria do clube.

Números: 50 jogos (27v/12e/11d)
Aproveitamento:  62%

01

ney franco

Ney Franco Flamengo e Figueirense (Foto: Marcos Bezerra / Futura press)Ney Franco (Foto: Marcos Bezerra / Futura press)

Ney Franco - (18/05/2014 - 20/07/2014)

Depois de sete anos, Ney Franco estava de volta ao Flamengo para substituir Jayme de Almeida. Porém, o técnico não teve tempo nem para se readaptar ao Rio. Foi a contratação mais catastrófica da gestão Bandeira. Foram apenas sete jogos no comando do time, o menor tempo do atual comando. O técnico também "ostenta" o pior aproveitamento do grupo: 14,2%. Saiu sem deixar nenhuma vitória ou saudade.

Números: 7 jogos (3e/4d)
Aproveitamento: 14,2%

01

vanderlei luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo Flamengo x Sport (Foto: Cezar Loureiro / Ag. O Globo)Luxemburgo (Foto: Cezar Loureiro / Ag. O Globo)

Luxemburgo - (27/07/2014 - 24/05/2015)

Depois do fracasso na contratação de Ney Franco, o Flamengo recorreu à experiência de Vanderlei de Luxemburgo, que chegou com a missão de tirar o clube da "confusão" - expressão criada pelo técnico para designar zona de rebaixamento. Deu certo. Embora não tenha conquistado nenhum título, Luxa é o treinador mais longevo no cargo na gestão Bandeira de Mello. Foi demitido após um início cambaleante no Brasileirão seguinte.

Números: 59 jogos (34v/11e/14d)
Aproveitamento: 63,8%

01

cristóvão borges

Cristóvão Borges Flamengo x Figueirense Maracanã (Foto: André Durão)Cristóvão Borges (Foto: André Durão)

Cristóvão Borges - (31/05/2015 - 19/08/2015)

Tido como um dos principais nomes da nova geração de técnicos, Cristóvão Borges chegou ao Fla cercado de otimismo. A lua de mel, entretanto, durou pouco. Muito pouco. A constante oscilação do time minou a paciência da diretoria. Apesar de ter o apreço dos jogadores e até de parte da cúpula de futebol, a pressão da torcida foi maior. Cristóvão ficou apenas 18 jogos - pouco mais de dois meses - no comando do time até a demissão.

Números: 18 jogos (8v/1e/9d)
Aproveitamento: 46,2%

01

oswaldo de oliveira

Oswaldo de Oliveira Flamengo (Foto: FLAVIO HOPP/BRAZIL PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)Oswaldo (Foto: Flavio Hopp/Estadão conteúdo)

Oswaldo de Oliveira - (23/08/2015 - 22/11/2015)

Oswaldo de Oliveira viveu os dois lados da moeda no Flamengo em um espaço de quase três meses. Encontrou um time cabisbaixo e embalou uma sequência de seis vitórias seguidas no Brasileiro. Alçou o time ao G-4. Porém, o que veio em seguida foi uma queda vertiginosa: apenas uma vitória em oito jogos e uma melancólica posição de coadjuvante no torneio. Com os rumores de que Muricy já estava apalavrado, pediu demissão faltando duas rodadas para o fim do Brasileirão.

Números: 18 jogos (8v/3e/7d)
Aproveitamento: 50%

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 5 horas a partir de agora
Libertadores da América
FlamengoFlamengo
X
Racing - ARGRacing - ARG
Ter 01/12 / Maracanã / 21h30
Libertadores da América
Racing - ARGRacing - ARG
1 x 1
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana