Logo Netfla

Cuéllar pede reflexão sobre erros e diz o que falta para ser ídolo do Fla

As boas atuações, a regularidade e a entrega dentro das quatro linhas fizeram Gustavo Cuéllar, volante do Flamengo, terminar o ano como xodó rubro-negro. Em uma temporada que terminou de maneira frustrante, e com vários nomes questionados para ter sequência na Gávea, o colombiano é tido como um dos atletas que começarão 2019 como titular absoluto, desde que permaneça no clube. E, pelos títulos, o camisa 8 pede uma reflexão sobre os erros cometidos.

- Vejo que não conseguimos resultados importantes contra equipes da parte inferior da tabela que, com todo respeitos que temos a todos adversários, tínhamos que ter vencido - afirmou Cuéllar, referindo-se aos empates com América-MG e Vitória e à derrota para o Ceará, por exemplo, antes de seguir:

- É o tipo de jogo que, quem quer ser campeão no fim do ano, precisa ganhar. Nós pecamos nestes jogos que precisávamos ganhar. Precisamos refletir para que algumas coisas não se repitam em 2019 - projetou o volante rubro-negro.

'Cometemos alguns erros coletivos nos mata-matas. Isso precisa ser revisado', disse Gustavo Cuéllar.

O vice-campeonato do Brasileirão foi o "ponto final" na temporada do Fla, sendo, talvez, a menor frustração do ano. As eliminações precoces na semi do Carioca e nas oitavas de final da Copa Libertadores - para Botafogo e Cruzeiro, respectivamente -, além da queda na semifinal da Copa do Brasil diante do Corinthians, marcaram 2018.

- O que fizemos de errado tem de ser analisado por todos, mas acho que fizemos coisas boas durante o ano também. Temos que pensar em tudo para conquistar títulos. É o que o Flamengo e, principalmente, a torcida merecem.

TORCIDA PEDE PERMANÊNCIA DO CAMISA 8

Após o agente Gianfranco Petruzziello deixar em aberto o futuro de Cuéllar no Flamengo - apesar de não existir proposta pelo colombiano no momento - os rubro-negros iniciaram um movimento nas redes sociais do volante pedindo a sua permanência. São várias as manifestações nas últimas fotos do camisa 8.

Cuéllar, que tem contrato até maio de 2022, agradeceu ao carinho da Nação em 2018, antes de completar: para se tornar ídolo do Flamengo, faltam títulos.

- O carinho dos torcedores me emociona, desde que eu cheguei ao Flamengo eles (torcedores) me fazem sentir em casa. Vejo que para tornar-se ídolo é preciso ter conquistas no clube. Espero que seja assim em 2019 - finalizou.

Cuéllar

Cuéllar foi um dos atletas mais regulares do Flamengo na temporada (Foto: Gilvan de Souza / C.R. Flamengo)

Fonte: Lancenet

Comentários

Jogos

Próximo jogo 2 dias, 2 horas a partir de agora
Brasileirão - Série A
CruzeiroCruzeiro
X
FlamengoFlamengo
Sab 21/09 / Mineirão / 17h00
Brasileirão - Série A
FlamengoFlamengo
1 x 0
SantosSantos
Últimas
+ Lidas da semana