Logo Netfla

Brasileiro e remanescente, treinador de goleiros é elo entre Jesus e Domènec no Flamengo

Uma linguagem bem carioca em um Flamengo que se acostumou com o sotaque estrangeiro nos últimos tempos.

Wagner Miranda é o ponto verde e amarelo em uma comissão técnica que dita os rumos dos trabalhos no Ninho do Urubu. Foi assim com Jorge Jesus e segue com Domènec Torrent, onde o preparador de goleiros é o único profissional de campo brasileiro a exercer um cargo de liderança.

Wagner Miranda conversa com Domènec Torrent em primeiro treino — Foto: Alexandre Vidal / CRF
1 de 3 Wagner Miranda conversa com Domènec Torrent em primeiro treino — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Wagner Miranda conversa com Domènec Torrent em primeiro treino — Foto: Alexandre Vidal / CRF

- Sinto-me feliz por fazer parte de um Flamengo vencedor. Agradeço a confiança do Marcos Braz, Bruno Spindel, dos treinadores. Sei que não é fácil ter a oportunidade de trabalhar com estrangeiros que normalmente chegam com pessoas de confiança. Só me deixa mais motivado.

Em uma comissão onde as pratas de casa ocupam muitos cargos de auxiliares (Nielson Elias é seu parceiro no trabalho com os goleiros, por exemplo), o Gigante, como é conhecido no dia a dia do Ninho do Urubu, se mantém intocável e com respaldo da diretoria. Nas conversas com Dome, esteve em pauta a chegada de um espanhol para a função, algo descartado pelo Flamengo.

Wagner Miranda foi o único brasileiro na comissão principal de Jesus — Foto: Alexandre Vidal / CRF
2 de 3 Wagner Miranda foi o único brasileiro na comissão principal de Jesus — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Wagner Miranda foi o único brasileiro na comissão principal de Jesus — Foto: Alexandre Vidal / CRF

A participação dos goleiros no estilo de jogo adotado pelo ex-auxiliar de Guardiola é intensa, e Wagner sabe disso. Em uma das primeiras imagens do espanhol no campo do Ninho do Urubu, o preparador de goleiros foi visto ao seu lado em bate-papo:

- A chegada dele será importante. Carrega vasta experiência ao lado de Guardiola, tive a oportunidade de estudar as ideias de jogo e nossos goleiros estão preparados para atendê-lo neste estilo. Temos que aproveitar a oportunidade de adquirir conhecimento e crescer. Quem ganha é o Flamengo.

Wagner será determinante também no processo de transição de Jorge Jesus para Torrent. Ao lado do preparador físico Roberto Oliveira, foi ele quem mais acompanhou de perto o trabalho do português. E o legado será importante também na adaptação ao modelo do catalão:

"A convivência com Jesus me acrescentou muita coisa. O conceito de jogo com os goleiros permitia que eles fizessem parte do esquema tático diretamente, não eram meros espectadores. Só me fez enxergar ainda mais a importância de qualificar o jogo com os pés. Realizamos muitos treinos específicos neste sentido"

Em mais de uma década de Flamengo, Wagner passou pelas categorias de base e foi auxiliar até assumir o papel principal no profissional em 2013. Desde então, teve rápida experiência no Tianjin Quanjian, da China, com Vanderlei Luxemburgo, e na Chapecoense.

No Flamengo, são três cariocas, uma Copa do Brasil, um Brasileirão, uma Libertadores, uma Recopa e uma Supercopa como campeão. Na base, Wagner participou ainda da formação de nomes como Wilson (Coritiba), Marcelo Lomba (Inter) e Paulo Victor (Grêmio).

Copa do Brasil de 2013 foi o primeiro título na comissão do profissional — Foto: Arquivo Pessoal
3 de 3 Copa do Brasil de 2013 foi o primeiro título na comissão do profissional — Foto: Arquivo Pessoal

Copa do Brasil de 2013 foi o primeiro título na comissão do profissional — Foto: Arquivo Pessoal

- Ter trabalhado com o Wagão é um orgulho. Não tenho dúvidas que está entre os melhores do Brasil, é referência e vem crescendo ano após ano. Sou muito grato pelo que fez por mim na base, no profissional, conquistamos títulos... Me passou muito ensinamento, fez correções. Tenho certeza que o Flamengo está muito bem representado - disse PV.

Domingo o Flamengo inicia mais um Campeonato Brasileiro, contra o Atlético-MG, às 16h (de Brasília), no Maracanã. No banco de reservas, a expectativa é de que Domènec Torrent faça sua estreia (depende da regularização) ao lado de três espanhóis (Jordi Guerrón, Jordi Gris e Julián Jimenez) e um brasileiro: Wagner Miranda.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3dias, 22horas a partir de agora
Libertadores da América
Barcelona de GuayaquilBarcelona de Guayaquil
X
FlamengoFlamengo
Ter 22/09 / Monumental de Barcelona / 19h15
Libertadores da América
Independiente Del ValleIndependiente Del Valle
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana