As boas campanhas no Campeonato Mineiro e na Libertadores animaram o torcedor do Atlético. De acordo com dados do site historicofutebolmelhor.com.br, que contabiliza o número de sócios dos clubes brasileiros periodicamente, a equipe de Minas Gerais apresentou um aumento de 12.824 torcedores só nos cinco primeiros meses de 2016.

Todo o crescimento do Atlético-MG é recorde do clube desde 2013, quando o site começou a funcionar e a calcular a quantidade de associados de forma periódica. O "Galo" entrou em nono no top 10 de melhores marcas mensais em abril de 2016, com 12.563 novos associados. No quesito, a primeira posição pertence ao Palmeiras que, em janeiro do ano passado, aumentou em 23.886 sócios no programa Avanti.

O 'salto' foi tão significativo que o próprio "Torcedômetro" do Movimento por Um Futebol Melhor indica a ultrapassagem atleticana em relação ao Flamengo. Agora, o campeão da Libertadores de 2013 ocupa a oitava colocação com 60.849, contra 55.284 do time rubro-negro.

Isso pode ser explicado também pela baixa procura flamenguista para a associação no programa "Nação Rubro-Negra" e a perda de boa parte dos já aderentes a ele.

Neste ano, o Fla viu mais de 9.294 sócios cancelarem (ou terem seus planos cancelados), número que só não é pior que o do rival Vasco, que obteve 10.101 abandonos até aqui.

Agora, o novo "ameaçado" pela crescente atleticana é o Santos, sétimo colocado no ranking do Movimento. A equipe da Vila Belmiro, que neste ano já havia entrado à frente do Flamengo, tem apenas cerca de 2 mil sócios a mais que o "Galo" e um baixo crescimento anual (357).

Nesta quarta-feira, com casa cheia no Independência, o Atlético terá confronto duro contra o Racing-ARG pelas oitavas de final da Libertadores. Como o jogo de ida terminou 0 a 0, qualquer vitória classifica um dos times. Novo empate sem gols leva a decisão para as penalidades máximas e uma igualdade com gols é argentina. O ESPN.com.br acompanhará tudo EM TEMPO REAL.