Rio - A polêmica declaração do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, afirmando que “uma hora Zico vai passar” , segue dando o que falar. Na última terça-feira (30), o ídolo rubro-negro alfinetou o mandatário ao compartilhar o vídeo de um de seus golaços nas redes sociais, com a legenda dizendo que "acabou passando por todo mundo e fazendo mais um pro Fla".
Nesta sexta-feira (3), o Galinho foi perguntado sobre o tema durante um evento no Centro de Futebol Zico em Juiz de Fora, Minas Gerais. No entanto, desta vez, preferiu adotar o silêncio e não dar mais repercussão ao tema.
“Tenho nada a declarar sobre isso (declarações de Rodolfo Landim). O Brasil é uma democracia, cada um fala o que quiser”, disse Zico.
O ex-jogador também foi questionado sobre o momento conturbado do Flamengo, que não vem agradando a torcida com suas atuações, mas novamente preferiu não se aprofundar no assunto . O ídolo rubro-negro colocou o Flamengo acima de tudo.
"Eu sou torcedor. Quero ver sempre o Flamengo vencendo, conquistando, dando alegrias à torcida. Para mim, é isso que importa", afirmou.

O que disse Landim?

Em entrevista ao site "ge" nesta semana, Landim revelou que usou Zico como exemplo para convencer Gabigol a renovar com o Flamengo . O presidente destacou que seria importante o atual camisa 10 aumentar sua idolatria no clube, já que "uma hora o Zico vai passar".
"O que eu quis dizer com a afirmação? Por diversas qualidades dele, não só como jogador, líder e tudo que ele é, o Zico tem mais de 70 anos e ainda vive desse estrelato que teve ligado ao Flamengo. E a diferença do Gabriel para o Zico é de 44 anos. Uma hora o Zico vai passar, e o Gabriel, se continuar a investir e a jogar pelo Flamengo, vai poder usufruir disso por toda a vida dele", disse Landim.