Logo Netfla

Zebrômetro da Copa do Brasil: tarefa difícil para Cruzeiro, Furacão e Coelho

Header Zebrômetro da Copa do Brasil (Foto: GloboEsporte.com)


Quem vai ser o Baraúnas da vez? Ou o ASA do momento? Quem será o XV de Novembro de 2015? A Copa do Brasil já rendeu vários azarões, e foram várias as vítimas. Daí surge aquele velho clichê, que você irá ouvir em nove de cada dez programas sobre o torneio: é a competição mais democrática do Brasil. Mas isso todos já sabem. Aqui, o GloboEsporte.com irá analisar a sua possibilidade de ser zoado pelo torcedor rival após uma eliminação precoce. Ou a sua possibilidade de vibrar com uma classificação inesperada.

> Confira a tabela completa da Copa do Brasil 2016

O Zebrômetro da Copa Brasil avalia os confrontos envolvendo os representantes da Série A, além do Vasco. É um termômetro sobre as chances de tropeço dos principais times do país, com uma cotação variando entre uma e cinco zebras. Quanto mais zebras na avaliação, mais perigoso é o duelo. Pela cotação atual, Cruzeiro, Atlético-PR e, principalmente, América-MG, não terão vida fácil. 

A análise considera o momento atual de cada time e o histórico recente na Copa do Brasil. É bom lembrar que nesta fase (e na próxima) os visitantes têm a oportunidade de eliminar o jogo de volta caso vençam a primeira partida por dois ou mais gols de diferença.

Veja e diga nos comentários se concorda ou não com as avaliações.

Confiança-x-Flamengo (Foto: INFOESPORTE)

O Dragão sergipano até poderia ter uma cotação melhor para o duelo com o Flamengo, mas sua campanha na Copa do Nordeste não o ajuda. O Confiança vai bem no estadual, mas decepciona no torneio regional, onde enfrenta equipes mais expressivas. O veterano Leandro Kivel, com seis gols, é o destaque até aqui. No ano passado, os sergipanos foram eliminados pelo Ceará na primeira fase da Copa do Brasil. O Rubro-Negro deve dividir o Batistão, ou até contar com a maioria. Um segundo jogo no confronto já seria uma surpresa.

Rio-Branco-ES-x-Santa-Cruz (Foto: INFOESPORTE)

O Rio Branco-ES é o líder de seu grupo no Campeonato Capixaba. Tem a melhor campanha no estadual, com cinco vitórias, dois empates e apenas uma derrota. Mas a realidade é outra quando se enfrenta um time da Série A. O Capa-Preta ainda não saiu do Espírito Santo em competições oficiais na atual temporada e a última vez que disputou a Copa do Brasil foi em 2011, quando foi eliminado na primeira fase após duas derrotas para o Ipatinga. O Santa tem campanha razoável no Campeonato Pernambucano e na Copa do Nordeste, mas não deve ter dificuldades para avançar, mesmo que em dois jogos.

Brasil-de-Pelotas-x-Atlético-PR (Foto: INFOESPORTE)

No ano passado, o Brasil de Pelotas decepcionou. Recebeu três zebras e meia do GloboEsporte.com para o duelo com o Flamengo, mas não empolgou. Os cariocas venceram os dois jogos e passaram tranquilos. Desta vez, o Xavante tem o Atlético-PR pela frente. E, mesmo com o desempenho ruim em 2015, novamente está bem cotado. O Brasil agora está na Série B e, apesar da campanha irregular no Campeonato Gaúcho, deve dificultar a vida do Furacão, que trocou de técnico recentemente. 

Coruripe-x-Botafogo (Foto: INFOESPORTE)

O Coruripe não representa grandes riscos ao Alvinegro. A viagem é um pouco longa e pode desgastar. Em fase decisiva na Taça Guanabara, Ricardo Gomes pode optar por poupar alguns atletas, e o perigo de um tropeço aumenta. Mas não tanto. O time alagoano fez nove jogos no estadual até agora. Venceu três, empatou dois e perdeu quatro. Em 2015, caiu na primeira fase da Copa do Brasil após um empate e uma derrota contra o Atlético-GO. Contra o invicto Botafogo, levar a decisão para o segundo jogo já seria uma vitória para o Coruripe.

Princesa-do-Solimões-x-Chapecoense (Foto: INFOESPORTE)

A equipe catarinense em melhor fase tem pela frente um time que sequer entrou em campo oficialmente na temporada. A Chape sobrou no primeiro turno do estadual e é líder no segundo. Está invicta após 11 jogos. O estadual para o Princesa só começará em agosto, quando se inicia o Campeonato Amazonense. Sem jogos, a equipe já fez cinco jogos contra equipes amadoras do estado e venceu todos. Mas o nível dos duelos é bem abaixo do que a equipe amazonense encontrará diante do Verdão do Oeste. 

Tombense-x-Fluminense (Foto: INFOESPORTE)

O Fluminense trocou de técnico recentemente, sofre com a irregularidade no Campeonato Carioca, mas Levir Culpi terá tempo até o primeiro duelo com o Tombense para dar o mínimo de padrão tático ao time. A equipe mineira é apenas a nona no estadual. Não tem grande torcida e não assusta.Perdeu por 4 a 1 para o Atlético-MG e por 2 a 1 para o Cruzeiro. O que mais pesa contra o Tricolor é a instabilidade da equipe até aqui na temporada.

Aparecidense-x-Sport (Foto: INFOESPORTE)



Finalista do Campeonato Goiano no ano passado, a Aparecidense está em sua primeira Copa do Brasil. Em 2015, a equipe novamente está entre os protagonistas do estadual. Briga por uma das vagas para a semifinal, tem só duas derrotas em 10 jogos e conta com a boa fase do atacante Careca, que já marcou quatro gols. Costuma dificultar a vida dos grandes do estado. A tendência é que o Sport decida sua vaga no Recife.

RB-Brasil-x-América-MG01 (Foto: INFOESPORTE)


No ano que volta à Série A, o América-MG tem o confronto com a maior cotação do Zebrômetro da Copa do Brasil. Para passar pelo RB Brasil, o Coelho terá que mostrar mais do que já mostrou em 2016. Fora da zona de classificação para a próxima fase do Campeonato Mineiro e eliminado na Primeira Liga, equipe de Givanildo de Oliveira mostra limitações. No outro lado, o RB Brasil já venceu o Santos, empatou com o São Paulo, é o segundo no Grupo D do Paulistão. Os experientes atacantes Edmilson e Roger estão no time paulista para dificultar a vida dos mineiros.

Caldense-x-Ponte-Preta (Foto: INFOESPORTE)

Não fosse a fase capenga da própria Ponte Preta, o número de zebras por aqui poderia ser menor. A Macaca ainda não empolgou em 2016 e tem dificuldades na briga para ser um dos oito times nas quartas de final do Paulistão. No entanto, mesmo irregular, o time campineiro enfrentará uma equipe também em má fase. A Caldense perdeu quatro dos sete jogos que fez no Campeonato Mineiro. É apenas a oitava. Está longe de ser o time que surpreendeu no ano passado e decidiu o estadual com o Atlético-MG e que em 2014 chegou à segunda fase da Copa do Brasil.

Campinense-x-Cruzeiro (Foto: INFOESPORTE)



Eis o duelo onde a zebra está mais ansiosa para aparecer.O Cruzeiro até está invicto no Campeonato Mineiro, mas já caiu na Primeira Liga e ainda não convenceu seu torcedor. De suas seis vitórias na temporada, cinco foram por apenas um gol de diferença. O Campinense, por sua vez, fez já entrou em campo 13 vezes no ano e não perdeu. Venceu 10 partidas e empatou três. E conta com o artilheiro do Brasil no momento, o atacante Rodrigão, de 22 anos, que já marcou 14 gols. No ano passado, o Rubro-Negro caiu na primeira fase após duas derrotas para o Grêmio. Deivid e seu time que se cuidem.

Remo-x-Vasco (Foto: INFOESPORTE)

O maior desafio do Vasco será lutar contra a inflamada torcida do Remo. Dentre os times mais expressivos da Copa do Brasil, o Cruz-Maltino deve ser um dos únicos não encontrar o estádio dividido. Se há uma certeza para este confronto é que o estádio Mangueirão estará lotado. O Leão paraense, que está de volta à Série C, perdeu o primeiro turno do estadual para o rival Paysandu, mas começou bem na Copa Verde. Venceu o Náutico-RR fora de casa. No ano passado, caiu para o Atlético-PR nos pênaltis. Mas nos últimos três anos, sempre ficou pelo caminho na primeira fase. Ainda invicto, o Vasco não deve ter dificuldades em avançar. Porém, a tradição do Remo faz diferença.

Náutico-RR-x-Vitória (Foto: INFOESPORTE)



Nesta quarta-feira, o Náutico-RR encara o Remo pela Copa Verde. O clube roraimense perdeu o jogo de ida por 3 a 1 e dificilmente se classificará. Será apenas o segundo jogo da equipe no ano. Depois, o Náutico-RR só voltará a campo no dia 2 de abril, quando começa o estadual. Com poucos jogos, os roraimenses não devem ir a Salvador. Fora da Copa do Nordeste, o Vitória até agora só jogou pelo Campeonato Baiano e vai bem. Avançou com facilidade para as quartas de final. Contra o Náutico-RR, deve se classificar logo no primeiro jogo.

Lajeadense-x-Figueirense (Foto: INFOESPORTE)

A Lajeadense vai mal no Gauchão, beira a zona de rebaixamento e parece ser um adversário pouco amedrontador. Está em sua terceira participação na Copa do Brasil. Nas duas anteriores, sempre caiu na primeira fase. Mas o Figueirense patina muito em 2016. Foi apenas o sexto no primeiro turno do Campeonato Catarinense, já caiu na Primeira Liga, trocou de técnico e tem duas derrotas no returno do estadual. Por sua má fase, o Figueira entra no duelo com a equipe gaúcha com umas zebrinhas na cola.

Guarany-de-Sobral-x-Coritiba (Foto: INFOESPORTE)



O Guarany de Sobral fez 10 jogos no ano e venceu apenas três. Quando encarou Ceará ou Fortaleza, só perdeu: derrotas por 2 a 0 e 3 a 1 para o Vovô, e outra por 2 a 0 para o Fortaleza. Mas o veterano atacante Luiz Carlos, de 35 anos, que já passou pelo próprio Coritiba, pode ajudar a equipe diante do Coxa. O Alviverde paranaense não faz uma brilhante temporada, é o quarto no Campeonato Paranaense, mas deve passar pelo Guarasol sem muito sofrimento.

Santos-AP-x-Santos (Foto: INFOESPORTE)



O Santos-AP entra em campo nesta quarta-feira para não ficar mais de um mês parado. O Peixe amapaense encara o Nacional-AM pela Copa Verde e, se eliminado, só voltará a campo para o duelo com o xará famoso. Com pouca estrutura, recursos limitados e Acosta – aquele mesmo, o uruguaio ex-Corinthians – como referência, o Alvinegro de Macapá só passa se encontrar Ricardo Oliveira, Lucas Lima e companhia pouco inspirados. A chance de zebra é mínima. Mas sempre existe.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 14 horas a partir de agora
Brasileirão - Série A
GrêmioGrêmio
X
FlamengoFlamengo
Dom 17/11 / Arena do Grêmio / 16h00
Brasileirão - Série A
FlamengoFlamengo
- x -
VascoVasco
Últimas
+ Lidas da semana