Rio - Ponto forte do Flamengo no início da temporada, a defesa conseguiu recuperar sua consistência após um período de oscilação. Com a vitória por 3 a 0 sobre o Millonarios, na última quarta-feira (28), no Maracanã , o Rubro-Negro chegou a marca de quatro jogos sem ser vazado por seus adversários.
O feito é importante para a zaga rubro-negra, que passava por um momento de questionamento. Antes de iniciar a boa sequência, o time de Tite apresentou irregularidade na defesa e chegou a sofrer oito gols em oito jogos.
"É importante (não tomar gols), assim como crescer em todos os sentidos. Temos a consciência de que estamos trabalhando todos os dias para melhorar. É sempre bom estar vencendo sem tomar gols", pontuou David Luiz.

Briga por posição na zaga

Com a saída de Fabrício Bruno para o West Ham-ING , a zaga do Flamengo deve passar por uma disputa interna pela posição. Léo Ortiz e David Luiz largam na frente, e o clube ainda deve buscar mais um jogador para a posição.
"Mesmo com o Fabrício, já seria uma disputa muito boa com quatro, cinco jogadores, até o Cleiton também, que é um jogador da base que tem muito futuro também. Então, vai ser uma briga boa onde todos vão dar conta do recado, independentemente da competição que for", garantiu Léo Ortiz.
Agora, o Flamengo volta suas atenções para o Brasileirão. O próximo compromisso será contra o Vasco, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (2), no Maracanã. O Clássico dos Milhões é válido pela 7ª rodada do campeonato.