Vítima de incêndio no Ninho, Samuel Thomas Rosa é enterrado em São João de Meriti

Parentes e amigos de Samuel Thomas Rosa, morto no incêndio no Ninho do Urubu, se despediram do jovem em uma cerimônia marcada por emoção. Entre as capelas do cemitério de Vila Rosali, em São João de Meriti, a aglomeração foi intensa naquela destinada ao corpo do jogador.

Samuel foi uma das últimas vítimas da tragédia a ter o corpo reconhecido, por conta do estado de carbonização.

A emoção, o calor e a aglomeração fizeram com que pelo menos cinco pessoas passassem mal, sendo socorridas por ambulância. Por ter sido socorrida, a mãe do jogador não acompanhou o sepultamento, que ocorreu antes do horário previsto.

Organizadas do Flamengo marcaram presença na porta do cemitério. Torcedores cantam o nome do jogador, de outras vítimas, e outras alusivas ao clube desde que o caixão deixou a capela.

Parentes carregaram no peito medalhas conquistadas pelo jogador, como a da Taça Guanabara sub-15. Nas blusas, fotos do jogador e mensagens como "por onde quer que vá, vou te levar para sempre" e "quem inventou a distância nunca sentiu a dor de uma saudade".

Comoção no enterro do jovem Samuel Rosa, morto no incêndio no Flamengo
Comoção no enterro do jovem Samuel Rosa, morto no incêndio no Flamengo Foto: Marcio Alves / O Globo

O caixão, coberto por uma bandeira do Flamengo, foi acompanhado à sepultura por cerca de 100 pessoas, sob forte comoção. Ao fim da cerimônia, parentes penduraram medalhas em um troféu conquistado pelo jogador e entoaram o nome dele no lado de fora do cemitério.

Membros de torcida organizada no enterro de Samuel Thomas
Membros de torcida organizada no enterro de Samuel Thomas Foto: Marcio Alves / Marcio Alves

Fonte: Extra

Comentários

Jogos

Próximo jogo 21 horas a partir de agora
Campeonato Carioca
FlamengoFlamengo
X
Americano RJAmericano RJ
Dom 24/02 / Maracanã / 17h00
Campeonato Carioca
FlamengoFlamengo
0 x 1
FluminenseFluminense
Últimas
+ Lidas da semana