Logo Netfla

Viciado em futebol, detalhista e fama dividida: conheça Jorge Jesus

Após a saída de Abel Braga, o Flamengo não demorou para dar a resposta e anunciou Jorge Jesus como o novo técnico do clube. O português está longe de ser uma figura conhecida entre os rubro-negros, mas, aos poucos, o treinador vai dando mostras de como será seu dia a dia na nova casa.

Importante ressaltar algumas características. Antes mesmo de chegar ao Flamengo, Jorge Jesus foi sondado pelo Vasco , que buscava um treinador após a saída de Alberto Valentim. Durante o processo, o treinador português se mostrou apaixonado por futebol. Do tipo viciado, que conhece bem o futebol brasileiro mesmo trabalhando por anos na Europa.

Já em sua primeira coletiva , o bom conhecimento do elenco do Flamengo surpreendeu os jornalistas presentes e também os torcedores que acompanhavam cada palavra do novo comandante. A sensação é de que o time está bem entregue e há grande expectativa pelo início do trabalho de Jorge Jesus.

Além disso, o treinador deixou claro que é o tipo de pessoa bastante detalhista e que participará de cada parte do processo. Um exemplo disso foi seu primeiro contato com o centro de treinamento Ninho do Urubu. O profissional respondeu muito bem ao que lhe foi apresentado, mas não deixou de dar alguns pitacos.

Opinou até sobre o corte do gramado do campo de treinamento. O português considerou o que viu alto, o que torna o jogo mais lento. Com a qualidade que ele enxerga no Flamengo, Jorge Jesus prefere um gramado mais curto, que dê mais velocidade à bola.

Até mesmo o local onde os jogadores tiram a chuteira após os treinamentos foi questionado pelo treinador. Para ele, os atletas não devem entrar de chuteira no recinto para manterem tudo limpo. Cada detalhe parece importante para o treinador.

Após quase 20 anos no futebol português, Jorge Jesus decidiu respirar novos ares . Ficou uma temporada na Arábia Saudita e, agora, fechou com o Flamengo. Ele é um dos técnicos que mais venceu na "terrinha", mas convivia com o amor e ódio dos torcedores.

O caso mais emblemático é recente. Ele comandou o Benfica entre 2010 e 2015, quando conquistou inúmeros títulos: Campeonato Português (3), Taça da Liga Portuguesa (5) e Taça de Portugal (1). Tamanho sucesso, no entanto, não o impediu de aceitar o convite do Sporting, principal rival.

Não é preciso dizer que parte dos torcedores do Benfica, então, passou a odiar o comandante. O problema é que até mesmo os torcedores do Sporting, no fim das contas, também não se apaixonaram pelo trabalho do treinador. É que Jorge Jesus perdeu um título que parecia certo após abrir boa vantagem na classificação. O Sporting deixou o troféu escapar justamente para o Benfica.

Fonte: Uol

Comentários

Jogos

Próximo jogo 9 horas a partir de agora
Brasileirão - Série A
GrêmioGrêmio
X
FlamengoFlamengo
Dom 17/11 / Arena do Grêmio / 16h00
Brasileirão - Série A
FlamengoFlamengo
- x -
VascoVasco
Últimas
+ Lidas da semana