por ​Thayuan​ Leiras


A comissão de arbitragem da CBF afastou da Série A o trio Wagner Reway, Fabio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando pelos "erros graves" cometidos no empate entre Vitória e Flamengo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. A informação foi publicada primeiramente pelo Uol Esporte e confirmada pelo chefe do setor, o coronel Marcos Marinho, ao Esporte Interativo.


OS CONFRONTOS ESTÃO DEFINIDOS! Nos dias 24 e 25 de abril, o Liverpool enfrenta a Roma em Anfield, enquanto o Bayern pega o Real na Allianz Arena! Não quer perder nenhum lances das semifinais da Liga dos Campeões?! Então, clique aqui e assine o Esporte Interativo Plus por apenas R$9,90/mês!


"Eles vão passar por um processo de reorientação. Vão fazer alguns jogos na Série B e, se forem aprovados, voltarão à Série A. Esse é um sistema que a gente vai adotar a partir de agora. Se houver erros que a gente julgou como graves, adotaremos essa medida. Valerá para todos, vai ser um procedimento nosso", disse.


"Houve dois grandes equívocos: o da mão, que não foi, que é um erro grave mas possível de acontecer. E houve um impedimento que a gente acha que não é do nível deles. É um erro evitável, um lance que não é difícil, de bola parada com o atacante bem na frente", completou o chefe da arbitragem.


Na súmula da partida, Reway manteve a versão - negada pelas imagens - de toque de mão intencional de Everton Ribeiro. Postura que foi defendida por Marinho pela convicção na decisão tomada no campo. No mesmo relatório, o árbitro do jogo registrou a abordagem do presidente Eduardo Bandeira de Mello e outros rubro-negros no intervalo da partida, fato que foi confirmado pelo goleiro Diego Alvesao Esporte Interativo.


"Ele agiu de maneira correta. Fez pelo que ele viu. Se, depois, a televisão mostrou outra coisa, 'Inês já é morta'. Se, no campo, ele viu para ser expulsão, é o que vale", analisou Marinho.

Foto: Reprodução/Premiere

d

Clique aqui e assine!