​Segundo informações do SporTV, o a Red Canids Corinthians foi a justiça contra o Flamengo para resolver a questão envolvendo a transferência do jogador de League of Legends, Felipe "brTT" Gonçalves. A Red alega que o rubro-negro não cumpriu com o que prometeu e decidiu adotar tal medida.


O maior regional do Brasil está pegando fogo! Não quer perder nada da Copa do Nordeste? Então, clique aqui, assine o Esporte Interativo Plus por apenas R$9,90/mês e assista aos jogos AO VIVO! Dá só R$0,33/dia!


Segundo a Matilha, o Flamengo deve a ela um valor de R$ 50 mil referente ao pagamento da multa rescisória de "brTT", e além disso também pede um ressarcimento por danos morais. A Red Canids teria aceitado uma proposta no valor de R$ 50 mil feita pelo Flamengo 15 dias antes do vínculo do atleta terminar com o Corinthians.


Porém, o Flamengo alega que tudo foi acertado com o jogador depois que ele já havia terminado o vínculo dele com o time paulista, em contrapartida a Red alega que tudo havia se acertado no período em que "brTT" tinha contrato com a Matilha.


A Red Canids colocou também Felipe "brTT" como réu no processo. A organização acusa o jogador de atuar em conluio com a Cursor eSports e o Flamengo, lembrando que é a empresa que faz a gestão dos eSports rubro-negro.


VEJA TAMBÉM:​FIFA 19: site abre votação para saber quais ligas serão licenciadas!

Banner

Clique aqui para assinar!