Rio - Na vitória do Flamengo sobre o Bauru, por 92 a 61, na semifinal do NBB, no Tijuca Tênis Clube, os torcedores do clube carioca fizeram um protesto contra o atacante Gabigol. Ídolo rubro-negro, o jogador foi punido com a perda da camisa 10 e recebeu uma multa, após uma foto sua com a camisa do Corinthians viralizar nas redes sociais.
Com cânticos entoados como "Gabigol, vai se f..., o Flamengo não precisa de você" e a versão da canção "Vou festejar", imortalizada por Beth Carvalho, os torcedores rubro-negros se manifestaram contra a atitude do atacante. Olivinha, ídolo do Flamengo, no basquete foi exaltado em contraponto a Gabigol. "Ô, Gabigol, preste atenção, o Olivinha é o orgulho da nação".
Utilizando a camisa 99, Gabigol chegou cedo, neste sábado, ao CT do Ninho do Urubu e realizou todas as atividades. O Flamengo volta aos gramados na próxima quarta (22), em Manaus, às 21h30 (de Brasília), pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O artilheiro deverá ser relacionado.
No Flamengo, desde 2019, Gabigol foi decisivo em várias conquistas da equipe carioca nos últimos anos como duas Libertadores (2019 e 2022), dois Brasileiros (2019 e 2020) e uma Copa do Brasil (2022). O atacante tem contrato com o clube carioca até dezembro de 2024.