Rio - O Flamengo sofreu sua segunda derrota sob o comando de Tite. Na quarta-feira (1), perdeu para o Santos, de virada, por 2 a 1, no Mané Garrincha , em duelo válido pela 31° rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador analisou a atuação na partida e não crê em instabilidade da equipe.
"A partida tem diferentes etapas. Temos que ter maturidade para jogar nessas diferentes situações. Não vou entrar no mérito da expulsão. Eu a vi e tenho minha opinião, vou deixar com vocês. Mas não justifica que nós tenhamos uma instabilidade. A instabilidade tivemos no momento do empate. Antes, tivemos inflitrações, acertamos a trave, mas tomamos o gol e sentimos um pouco", declarou o técnico.
"A equipe ainda está no processo de me conhecer e de ter estabilidade nesses momentos. Isso é maturidade. Deve ser desenvolvido. Tentamos um 4-2-3, com um a menos, mas estávamos sofrendo pelos lados. Mudamos para um 4-3-2, equilibramos a partida e sofremos o gol no fim", completou.
Além disso, Tite tornou a reforçar que o foco principal na temporada é a vaga para a Libetadores da América: "O objetivo é a classificação direta para Libertadores. É isso desde o início, coerentemente falando. Administrar as situações adversas e os erros. É fazer a cada jogo a nossa performance ser melhor".
Na 32ª rodada do Brasileiro, o Flamengo enfrentará o Fortaleza, no Castelão, domingo, às 16h. O Rubro-Negro é o sexto colocado na tabela, com 50 pontos. Para esse duelo, não poderá contar com Bruno Henrique e Gerson, que foram expulsos na derrota para o Santos.