Rio - Tite desabafou e escancarou tristeza após a dura derrota do Flamengo sofrida para o Atlético-MG pelo placar de 3 a 0 , no Maracanã, na noite desta quarta-feira (29), pela 36ª rodada do Brasileirão. Em entrevista coletiva, o técnico destacou sua frustração, comentou sobre as expectativas criadas e reconheceu a superioridade do Galo no confronto direto na parte alta da tabela de classificação.
"(Sensação de) carne queimada. Dói. Também criei expectativa. Sou ser humano. Na medida que a equipe cresceu e teve resultados, claro, cresceu a minha expectativa. Estou chateado, sim, mas isso é do jogo. Eu tenho parcela, sim, não vou me isentar. Cada um tem a sua responsabilidade. A derrota foi de um adversário direto, mas é preciso ter discernimento para entender tudo. Fiquei muito sentido", disse Tite.
Com o resultado, o Rubro-Negro foi ultrapassado pelo Galo pelo saldo de gols melhor para os mineiros - ambos somam 63 pontos.
"O Atlético-MG fez um grande jogo, e nós estivemos abaixo. Eu, enquanto técnico, abri (o time) e decidi por essa descompactação, com as modificações, para buscar o resultado. O jogo poderia decidir uma possibilidade de técnico. O poderia da equipe teve a influência do técnico. Foi em cima de um contexto. Não podemos desmerecer o Atlético-MG, que foi muito efetivo. Fez o segundo gol no começo do segundo tempo. Todos os momentos são decisivos, mas esses iniciais são cruciais", comentou o treinador do Flamengo.
A derrota em casa, com mais de 65 mil torcedores no Maracanã, não abalou as arquibancadas, que, ao fim do jogo, cantou com orgulho no momento de recuperação do Flamengo para encostar nos líderes e conquistar uma vaga na Libertadores.
"Hoje eu vi a equipe perdendo, e a arquibancada vocês viram. O time tentou até o final, algumas vezes descompactado. Mas não teve loucura, não teve expulsão. Eles deixaram tudo dentro do campo. Tiveram a intensidade e buscaram. Sim, teve desorganizado e muitos cruzamentos. Apressamos muito. Me senti orgulhoso de estar técnico do Flamengo e ver o torcedor cantando com tamanho orgulho do seu time."
O Flamengo irá se despedir de sua torcida como mandante no domingo (3/12), contra o Cuiabá, às 16h (de Brasília), no Maracanã.