Com a eliminação do River Plate na semifinal da Copa da Argentina, o técnico Martín Demichelis admitiu que dificilmente o clube manterá Nicolás De La Cruz em 2024, devido a um compromisso de venda . O jogador é alvo do Flamengo, que está disposto a pagar a multa rescisória, de 16 milhões de dólares (cerca de R$ 78,9 milhões) .

O jogador uruguaio é um desejo antigo do Rubro-Negro, que não conseguiu contratá-lo no meio de 2023. Mas sem desistir, a diretoria apostou em sua chegada no início de 2024 . River Plate ainda tenta convencer De La Cruz a permanecer, ao oferecer uma proposta de renovação com salário nível europeu , de acordo com a imprensa argentina.
"Com Nico há um compromisso de venda e quem vier com certeza vai levar. Espero que não venham atrás dele, mas duvido. Com certeza virão procurá-lo", admitiu Demichelis, após a derrota nos pênaltis para o Rosário Central (o jogo foi 0 a 0 no tempo regulamentar).
Com contrato até dezembro de 2025 com a equipe do River Plate, onde está desde 2017, De La Cruz tem o desejo de mudar e se interessou pela proposta do Flamengo. A diretoria rubro-negra e os empresários do jogador mantém contato e a expectativa é de que o acerto aconteça, para que ele se apresente no início da pré-temporada.
Além do meia uruguaio, o Flamengo também busca outros jogadores para a próxima temporada . O Rubro-Negro tenta a contratação do zagueiro Léo Ortiz , do Red Bull Bragantino, e também de Wendel, do Zenit (Rússia), além de buscar mais um lateral-esquerdo.