Símbolo do Flamengo, Gabigol faz pior início de Brasileirão pelo clube e reencontra o Santos

Esperança de gols e artilheiro do Flamengo em 2022, Gabigol, não vive grande fase com a camisa rubro-negra. Neste sábado, contra o Santos, o atacante entrará em campo com os piores números em relação às edições passadas do Campeonato Brasileiro . São apenas quatro participações diretas (gols ou assistências) em 13 rodadas, números que simbolizam a campanha oscilante do time até agora.

+ Andreas Pereira é o 19º jogador a deixar o Flamengo em 2022; veja!

As cinco vitórias, seis derrotas e três empates deixaram o Flamengo mais na segunda metade da tabela do que entre os 10 primeiros. O time, com 16 gols, tem o 11º melhor ataque dos 20 clubes da Série A.

São números que não condizem com a expectativa sobre a equipe, que tem dificuldades coletivas e individuais. Os jogadores não estão correspondendo. Reflexo disso é que Gabi, principal finalizador do Fla, é apenas o 19º do torneio, com 11 chutes certos em 31 tentados.

Fazendo o recorte das 13 primeiras rodadas disputadas por Gabigol em cada edição do Brasileirão pelo Flamengo, , este início de campeonato é o pior do camisa 9. Em 2021, foram oito gols e cinco assistências. Em 2020, sete gols e nenhuma assistência. Em 2019, no primeiro ano vestindo o Manto, incríveis 14 gols e três assistências.

Pela 15ª rodada do Brasileirão, a bola rola às 19h para Flamengo e Santos, na Vila Belmiro. Se confirmado entre os titulares - Dorival Júnior deve fazer mudanças na equipe devido à desgastante viagem no retorno da Colômbia -, Gabi tentará manter o retrospecto diante do ex-clube. Com o Manto, são sete gols em seis jogos contra o Peixe.

O desempenho de Gabigol em cada Brasileirão pelo Flamengo:

2022
13 primeiros jogos (5V/3E/5D): 4 gols

2021
13 primeiros jogos (7V/2E/4E): 8 gols e 5 assistências
Final do Brasileirão: 12 gols e 5 assistências em 8 jogos

2020
13 jogos (6V/3E/4D): 7 gols
Final do Brasileirão: 14 gols e 2 assistências em 25 jogos

2019
13 jogos (9V/3D/2D): 14 gols e 3 assistências
Final do Brasileirão: 25 gols e 9 assistências em 29 jogos

Gabigol - Santos x Flamengo

Gabigol comemorando na Vila Belmiro: atacante tem bom retrospecto contra o Santos (Alexandre Vidal/Flamengo)

Fonte: Lancenet
)