Rio - Após se tornar o goleiro com mais tempo sem ser vazado em jogos oficiais na história do Flamengo, ao ultrapassar Cantarele, Rossi atingiu outra marca especial durante a vitória do Rubro-Negro em cima do Nova Iguaçu por 3 a 0 , no último sábado (30), pelo primeiro jogo da final do Carioca.
Com 1055 minutos sem sofrer um gol, o camisa 1 do clube da Gávea entrou no top-10 de goleiros que ficaram mais tempo sem ser vazado na história do futebol brasileiro. O jogador ultrapassou nomes como Rogério Ceni (988 minutos), em 2007, e Raul Plassmann (1016 minutos), em 1969.
Além disso, segundo o 'SofaScore' a sequência de Rossi é a maior entre os goleiros de todos os times da Série A no século 21.
"Jogar no Flamengo é isso, tem que ter esse espírito, essa vontade de sempre tentar ganhar. Agradeço ao Matheus (Bachi), ao professor (Tite) e é importante para mim pelo recorde que consegui bater, mas também ao time todo por hoje, pelos 11 jogos sem ser vazado, na sequência da temporada. Acho importante", destacou Rossi, após o empate por 0 a 0 com o Fluminense.
Confira o ranking
1- Mazaropi (Vasco) - 1816 minutos, entre 1977 e 1978
2- Neneca (Náutico) - 1636 minutos, em 1974
3- Jorge Reis (Rio Branco - 1604 minutos, entre 1970 e 1971
4- Zetti (Palmeiras) - 1238 minutos, em 1987
5- Jairo (Corinthians) - 1132 minutos, em 1978
6- Emerson Conceição (Paysandu) - 1108 minutos, em 2016
7- Altevir Sales (Athletico) - 1066 minutos, em 1977
8- Eli Graciano (São Bernardo) - 1060 minutos, em 1982
9- Emerson Leão (Palmeiras) - 1057 minutos, em 1973
10- Agustín Rossi (Flamengo) - 1055 minutos, em 2024