Rio - Agustín Rossi pode escrever o nome na história do Flamengo. O argentino precisa de mais 84 minutos para se tornar o goleiro recordista com mais tempo sem ser vazado na história do clube. Para isso, precisa proteger a meta durante quase toda a partida contra o Fluminense, no próximo sábado (16), no Maracanã, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Carioca.
Cantarele é o recordista de mais tempo sem ser vazado na história do Flamengo. O ex-goleiro ficou 959 minutos sem sofrer gols, entre novembro de 1978 e fevereiro de 1979. O último gol sofrido por Rossi em competições oficiais aconteceu na rodada final do Campeonato Brasileiro de 2023. Ele foi vazado aos 25 minutos do primeiro tempo da derrota por 1 a 0 para o São Paulo, no Morumbi.
Após a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, pelo jogo de ida da semifinal do Carioca, o Flamengo de Tite chegou a 10 jogos consecutivos sem sofrer gols. Rossi, agora, soma 875 minutos sem ser vazado. O goleiro argentino precisa de mais 84 minutos para empatar com Cantarele. Se terminar o próximo Fla-Flu ileso, bate o recorde do ex-goleiro rubro-negro.
Rossi já se tornou o recordista do Flamengo no século 21. Ele superou Diego Alves que, entre maio e junho de 2018, sustentou uma invencibilidade de 618 minutos. O goleiro bateu o recorde na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, pela 10ª rodada da Taça Guanabara. Desde então, ele não foi vazado contra o Madureira, pela 11ª rodada, e novamente contra o Flu, pela ida da semifinal.
O Flamengo volta a campo contra o Fluminense no próximo sábado (16), às 21h (de Brasília), no Maracanã, pelo jogo de volta da semifinal do Carioca. O Rubro-Negro pode perder por até dois gols de diferença no segundo jogo que se garante na final do estadual.