Rio - O goleiro Rossi alcançou, no último sábado (16), no empate em 0 a 0 com o Fluminense, uma marca histórica vestindo a camisa do Flamengo. O argentino se tornou o recordista em minutos seguidos sem sofrer gols em partidas oficiais e, para ele, tal feito precisa ser creditado ao trabalho do elenco comandado pelo técnico Tite no início da temporada.
A marca foi quebrada na casa dos 40 minutos do segundo tempo, quando Rossi chegou a 960 minutos sem ser vazado. Ele ultrapassou Cantarele, que ficou 959 entre novembro de 1978 e fevereiro de 1979.
"Acho muito importante essa marca que cheguei hoje, de superar o Cantarele na história do Flamengo. Mas eu sempre digo, não é só o goleiro, é o jogo coletivo de 11 jogadores dentro do campo. A verdade é que eles vêm fazendo um grande trabalho nesse aspecto defensivo e tenho que agradecer", disse Rossi, em passagem pela zona mista do Maracanã após a classificação do Flamengo para a final do Campeonato Carioca.
Goleiro Rossi, do Flamengo, em entrevista na zona mista do Maracanã - Leonardo Bessa/Agência O Dia
Goleiro Rossi, do Flamengo, em entrevista na zona mista do Maracanã Leonardo Bessa/Agência O Dia
O último gol sofrido por Rossi em partidas oficiais foi na última rodada do Brasileirão 2023, contra o São Paulo, no Morumbi, na derrota por 1 a 0. Na ocasião, o tento do Tricolor Paulista foi anotado aos 25 minutos da primeira etapa - vale destacar que, para esta conta, não são incluídos acréscimos dos duelos.
"Jogar no Flamengo é isso, tem que ter esse espírito, essa vontade de sempre tentar ganhar. Agradeço ao Matheus (Bachi), ao professor (Tite) e é importante para mim pelo recorde que consegui bater, mas também ao time todo por hoje, pelos 11 jogos sem ser vazado, na sequência da temporada. Acho importante", destacou Rossi.