Rogério Ceni revê Flamengo e luta contra freguesia diante do ex-clube

Hoje (06), às 20h30, Flamengo e São Paulo se enfrentam no Morumbi, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em busca de recuperação na competição, o clube carioca reencontra Rogério Ceni, o último técnico a ser campeão pelo Rubro-Negro. Vitorioso pelo Fla, o retrospecto do treinador como adversário não é nada bom.

São sete jogos contra o Flamengo e sete derrotas: três pelo São Paulo, três pelo Fortaleza e uma pelo Cruzeiro . À beira do gramado desde 2017, a última derrota aconteceu em abril deste ano, pelo Brasileirão, no Maracanã. O Fla venceu o São Paulo por 3 a 1, com gols de Gabi, Isla e Arrascaeta, em uma das melhores atuações do time sob o comando de Paulo Sousa.

No Morumbi, por sua vez, o último confronto aconteceu pela temporada passada do Brasileirão. Na ocasião, o Fla venceu por 4 a 0. O placar foi construído com gols de Gabi, Bruno Henrique e Michael (2x), e significou a maior vitória do clube carioca como visitante contra o São Paulo.

Rogério Ceni à parte, o retrospecto recente ainda é favorável ao Flamengo, que venceu os últimos três duelos, de 2021 para cá. No entanto, antes desta boa sequência, o clube carioca ficou nove jogos sem vencer o time paulista - seis derrotas e três empates, desde 2017.

Frente à frente mais uma vez, Ceni e Flamengo vivem momentos distintos. O Rubro-Negro vem de três vitórias seguidas no Brasileirão e tenta embalar na competição em busca de recuperação - caso vença, pode chegar ao G4. O São Paulo, por sua vez, não sabe o que é vencer há cinco rodadas.

Boa lembrança no Morumbi

A outra lembrança do Flamengo no Morumbi também envolve Rogério Ceni, no entanto, de uma melhor maneira para o treinador. Em 2020, na última rodada do Brasileirão, o técnico estava no comando do Fla, que perdeu por 2 a 1 , porém terminou com o título da competição. Ídolo do São Paulo, Ceni deu a volta olímpica pelo Rubro-Negro no estádio que mais foi sua 'casa' na carreira.

Flamengo sendo campeão do Brasileirão 2020 no Morumbi - Pedro Martins/UOL - Pedro Martins/UOL
Flamengo sendo campeão do Brasileirão 2020 no Morumbi
Imagem: Pedro Martins/UOL

Passagem pelo Flamengo

Rogério Ceni chegou ao clube carioca após a saída de Domènec Torrent , em novembro de 2020. O saldo da passagem foram três títulos: Campeonato Brasileiro 2020, Supercopa 2021 e Campeonato Carioca 2021. Foram 45 jogos: 23 vitórias, 11 empates e 11 derrotas.

Apesar dos títulos, o treinador não caiu nas graças da torcida, principalmente pelas eliminações nas quartas da Copa do Brasil para o São Paulo e nas oitavas da Libertadores para o Racing.

A relação foi interrompida após a oscilação do time e a derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG , pelo Brasileirão 2021, foi o último jogo de Ceni à frente do Flamengo.

A demissão marcou o capítulo mais conturbado da história. A decisão foi anunciada na madrugada do sábado , dia 07 de julho de 2021, após um encontro entre Rodolfo Landim (presidente), Marcos Braz (vice-presidente de futebol ) e Bruno Spindel (diretor da pasta).

Volta ao São Paulo

Depois da saída do Flamengo, Rogério Ceni foi chamado às pressas para salvar o São Paulo, que rondava perigosamente a zona de rebaixamento. Após livrar o time da queda, começou a planejar a equipe para esta temporada.

Depois de um início de Paulistão ruim, logo ele encontrou uma base e emendou vitórias, batendo o Corinthians duas vezes. Na final, venceu o Palmeiras no primeiro jogo. Mas a campanha ficou marcada pela goleada sofrida na decisão.

Conseguiu potencializar jovens, rodando o elenco e dando oportunidade aos garotos da base na primeira fase da Copa Sul-Americana. Também conseguiu recuperar jogadores que estavam em baixa, como o zagueiro Diego Costa, o lateral direito Igor Vinícius e os meias Igor Gomes e Rodrigo Nestor. Todos hoje são titulares. Diego Costa, cria de Cotia, inclusive herdou a faixa de capitão.

No Brasileiro, depois de um início promissor, colecionou empates. Muito pelo fato de priorizar o avanço nas copas. O São Paulo está nas quartas de final da Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana. O clube agora trabalha para reforçar o elenco e permitir que Ceni possa ter mais opções para usar na parte decisiva da temporada.

Imagem: Marcelo Cortes / Flamengo

Fonte: Uol
)