RMP: "Pior já passou, mas Fla tem ladeira íngreme para ganhar Brasileirão"

Onze pontos separam o Atlético-MG, líder do Brasileirão, do Flamengo , que tem dois jogos a menos. Mesmo atuando com reservas em suas últimas partidas, o time da Gávea fez sua parte e se manteve na briga pela taça. A tranquila vitória por 3 a 1 sobre o Juventude , nesta quarta-feira (13), manteve as esperanças, muito embora a tarefa seja das mais árduas.

Na Live do Flamengo , programa do UOL Esporte logo após os jogos do Mengão, os jornalistas André Rocha e Renato Maurício Prado comentaram o desempenho dos reservas do Flamengo nas últimas partidas pelo Brasileirão. Ambos consideraram que a equipe fez um bom papel e analisaram o cenário para o restante do campeonato.

"A sensação que eu tenho é de que o pior já passou. O que não quer dizer que o Flamengo está super bem para ganhar o Brasileiro. É uma ladeira muito íngreme para ganhar esse campeonato. Mas tinha medo de que essa ladeira se transformasse em um plano ao contrário. Com esses três jogos do Atlético-MG e os do Flamengo, totalmente desfalcado, achei que iria para o espaço. E não", comentou Renato.

Para André, o constante bom desempenho do Atlético-MG será um desafio para o Fla. "A impressão que dá é que o Atlético-MG não vai entregar ponto bobo. Com certeza o Cuca deve estar fazendo o mesmo que fez no Palmeiras em 2016. Ele usa muito essa coisa da popularidade do Flamengo. Aquela coisa do 'cheirinho' foi muito usada para o Palmeiras não desconcentrar, não ceder para o Flamengo. Ainda tem a questão dos 50 anos sem título. O Flamengo vai ter que fazer a parte dele, incluindo vencer o Atlético-MG no Maracanã e contar com tropeço do Galo em jogo complicado, pegando time grande fora de casa e empatando. A ladeira continua íngreme", opinou o colunista do UOL .

Renato destacou que, apesar da boa fase, o Galo deve ficar sem dois de seus principais jogadores. O que pode ser uma boa notícia aos rubro-negros. "Bem ou mal, apesar do tropeço contra o Red Bull Bragantino , que é compreensível por ser contra um bom time, a vantagem foi mantida. Cabe aos titulares tentar tirar essa diferença. Se o Atlético-MG ficar mais algumas rodadas sem o Hulk e sem o Diego Costa, são desfalques do peso que o Flamengo também está tendo", apontou.

André vê os duelos contra o Athletico, nas semifinais da Copa do Brasil, como cruciais para o Fla definir sua estratégia para o Brasileirão. "O Flamengo tem que fazer a parte dele, principalmente em jogos assim: Cuiabá no Maracanã, tem que ganhar. Não tem como largar ponto de bobeira em jogos assim. O Fla-Flu é complicado e ficará condicionado ao que o Fla conseguir no Paraná pela Copa do Brasil. Se ganhar lá, pode poupar alguns jogadores no Fla-Flu e alguns, mas no banco de reservas, no jogo de volta no Maracanã. Vai ter que ser assim porque não pode dar mole", observou.

Apesar das dificuldades, Renato acredita que o Fla deve lutar até o fim pelo título do Brasileirão. "O Atlético-MG está sem o Hulk, com problema muscular, e o Diego Costa voltou a sentir um problema muscular. Ou seja: esse problema gravíssimo de contusões pelo qual o Flamengo está passando o Atlético-MG começa a sofrer agora. Continuo achando que o título brasileiro é muito difícil. Dá? Dá, mas tem que dar tudo certo. O Flamengo tem que ganhar os dois jogos que faltam, o confronto direto com o Atlético-MG e esperar outro tropeço", concluiu o colunista do UOL .

Não perca! A próxima edição da Live do Flamengo será no domingo (17), logo após a partida contra o Cuiabá pelo Brasileirão. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL , no app Placar UOL , na página do Flamengo no UOL Esporte e no canal do UOL Esporte no Youtube .

Fonte: Uol
)