RMP: “Jorge Jesus é o preferido, mas não o favorito para assumir o Fla"

O Flamengo anunciou nesta segunda-feira (29) a saída de Renato Gaúcho . O treinador não resistiu à derrota para o Palmeiras na final da Libertadores no sábado (27). Com o cargo vago, o primeiro nome que vem à cabeça dos flamenguistas é o de Jorge Jesus, atualmente no Benfica. Além do português, outros três técnicos estrangeiros também aparecem como possíveis candidatos.

Na edição especial da Live do Flamengo , os jornalistas André Rocha e Renato Maurício Prado falaram sobre os nomes mais cotados para assumir o comando do Flamengo. Marcelo Gallardo, André Carvalhal e Leonardo Jardim surgem como opções, muito embora Jorge Jesus seja um forte candidato por conta de sua vitoriosa passagem pela Gávea.

"O que eu tenho ouvido são quatro nomes, sendo dois mais fortes e dois de backup. Os quatro nomes seriam Jorge Jesus, Marcelo Gallardo, Carlos Carvalhal e Leonardo Jardim. O preferido de todo mundo, é natural, é Jorge Jesus. Também acho que seria a melhor solução, porque chegaria com metade do trabalho feito. Ele não será novidade para a maioria daqueles jogadores. Todo mundo sabe como Jorge Jesus trabalha e ele sabe o que pode tirar da maioria desses atletas", comentou Renato.

Uma possível volta de Jorge Jesus estaria condicionada ao desempenho do Benfica na Liga dos Campeões. O time ainda está na briga para avançar às oitavas-de-final. Em caso de eliminação, o Flamengo teria um caminho mais livre para negociar com o treinador.

"Se Jorge Jesus puder vir em janeiro, seria o melhor dos mundos. Ele ainda teria a pré-temporada e o Carioca para preparar o time. Ganharia ainda mais tempo sem aquela correria que aconteceu, por exemplo, em 2019, em que ele teve um probleminha no início e depois deslanchou. A partir do momento em que ele puder vir só no final da temporada europeia, aí o Flamengo tem que conversar com ele para ver o que pretende fazer. Aí, tem que pensar em um plano B até o meio do ano", ressaltou Rocha.

Renato destacou que o retorno de Jesus não é tão simples assim. "Jorge Jesus é o preferido, mas não acho que seja o favorito, porque tem aquele velho problema da mulher dele, que não quer voltar para o Brasil. Aí o Gallardo, na minha opinião, passa a ser o mais forte candidato, porque ele vai sair do River Plate. Há alguns outros interesses, até da seleção uruguaia. Mas acho que uma boa proposta do Flamengo para o Gallardo, que segundo informações da Argentina custaria em torno de R$ 3 milhões por mês com sua comissão técnica, não seria nenhum absurdo. Poderia ser uma boa opção", avaliou o colunista do UOL .

Para André, a diretoria do clube da Gávea deve agir de forma profissional para definir sua estratégia na busca por um novo técnico. "Esses outros treinadores, se forem contratados, não vêm para mandato tampão à espera de Jorge Jesus. São três cenários: Jorge Jesus vem agora; ou o Flamengo contrata um técnico ou efetiva o [auxiliar] Maurício Souza, esperando o Jesus; ou, se não houver acerto com Jesus, esquecer a comparação com ele. O treinador que vier para o Flamengo agora tem que ter respaldo", alertou.

Para Renato, a comparação com a passagem de Jorge Jesus será um fardo pesado para quem assumir o cargo - até para o próprio português. "Já largaria à frente e teria outra vantagem: não teria a própria sombra atrás. Sim, poderiam comparar o trabalho dele com o de 2019, mas de qualquer maneira a paciência com Jorge Jesus certamente seria muito maior. Coisa que os outros que vierem, mesmo com respaldo e sendo bons técnicos no exterior, sempre serão comparados ao Jorge Jesus", disse.

Rocha cobrou seriedade da diretoria rubro-negra no processo para a contratação do futuro treinador. "O Flamengo tem que ser profissional desde a escolha para poder cobrar um trabalho profissional e dar tempo e respaldo. Se não, vai ficar essa roda viva a vida toda na busca por um treinador e nunca vai achar, até porque o cenário atua é diferente daquele de 2019. A fome do Flamengo de títulos e a moral daqueles jogadores em aceitar ordens do Jorge Jesus em 2019 era uma e agora é outra, embora agora tenham perdido boa parte da moral com essa derrota na final da Libertadores ", finalizou o colunista do UOL .

Não perca! A próxima edição da Live do Flamengo será na terça-feira (30), logo após a partida contra o Ceará pelo Brasileirão. Você pode acompanhar o programa pelo Canal UOL , no app Placar UOL , na página do Flamengo no UOL Esporte e no canal do UOL Esporte no Youtube .

Fonte: Uol
)