Logo Netfla

Punição a Abel é a mesma que gerou polêmica com Gallardo; Conmebol avalia retirá-la para 2020

Punição idêntica a que gerou a polêmica invasão de vestiário de Marcelo Gallardo, do River Plate, no ano passado, em duelo contra o Grêmio, e, muito provavelmente com os dias contados. O artigo que tirou Abel Braga da partida contra a LDU, quarta-feira, será revisto para a Libertadores de 2020.

Marcelo Gallardo foi ao vestiário do River Plate mesmo punido contra o Grêmio — Foto: Reprodução / SporTV

Marcelo Gallardo foi ao vestiário do River Plate mesmo punido contra o Grêmio — Foto: Reprodução / SporTV

Para o duelo de Quito, no entanto, não há o que fazer, e o treinador não terá acesso a seus jogadores em nenhum momento no estádio Casablanca. A ordem é isolamento total e Abelão acompanhará o duelo de um camarote. O procedimento é o mesmo que foi infringido pelo técnico argentino.

Na ocasião, no jogo de volta da Libertadores do ano passado, Gallardo foi punido pelo River demorar na volta para o segundo tempo na derrota por 1 a 0 para o mesmo Grêmio no Monumental de Nuñez. Assim como o Flamengo, o clube era reincidente por atrasos nas quartas de final, contra o Independiente.

Punições ao River Plate e Gallardo, entre elas por atraso na volta do intervalo — Foto: GloboEsporte.com

Punições ao River Plate e Gallardo, entre elas por atraso na volta do intervalo — Foto: GloboEsporte.com

A desvantagem no placar também em Porto Alegre, por sua vez, fez com que Gallardo tomasse uma medida extrema, ignorasse a punição e fosse ao vestiário orientar seus comandados durante o intervalo. O episódio gerou muita polêmica, os gremistas ameaçaram pedir anulação da partida e o treinador teve pena agravada ficando fora das duas finais contra o Boca Juniors.

O artigo que imputa aos treinadores responsabilidade pelo atraso seja no início das partidas ou na volta do intervalo não é novidade de 2018 no regulamento da Libertadores, mas já foi questionado. A decisão ficará a cargo dos 16 clubes que avançarem para as oitavas de final.

Abel Braga acompanhará tudo de um camarote no jogo contra a LDU — Foto: Alexandre Durão/ GloboEsporte.com

Abel Braga acompanhará tudo de um camarote no jogo contra a LDU — Foto: Alexandre Durão/ GloboEsporte.com

A Conmebol estipula que estes serão os responsáveis por um comitê de notáveis discussão do regulamento para o ano seguinte. Em congresso de treinadores realizado na sede da entidade, em Luque, no Paraguai, em março, Gustavo Alfaro, técnico do Boca, pediu a palavra para contestar a punição.

Presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez pediu que o protesto fosse oficializado e uma petição foi enviada para que o artigo seja reavaliado. A tendência é que a partir de 2020 a punição por atraso seja apenas institucional, com multa para o clube.

Gustavo Alfaro ao lado de Mano Menezes em congresso da Conmebol: técnico do Boca questionou punição — Foto: REUTERS/Jorge Adorno

Gustavo Alfaro ao lado de Mano Menezes em congresso da Conmebol: técnico do Boca questionou punição — Foto: REUTERS/Jorge Adorno

Sem Abel no banco de reservas, o Flamengo visita a LDU nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Quito, pela quinta rodada do Grupo D. Com nove pontos, o Rubro-Negro lidera a chave no saldo de gols em disputa com o Peñarol: 7 a 4.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 1 dia, 13 horas a partir de agora
Brasileirão - Série A
CearáCeará
X
FlamengoFlamengo
Sab 24/08 / Castelão / 16h00
Taça Libertadores da América
FlamengoFlamengo
- x -
InternacionalInternacional
Últimas
+ Lidas da semana