Rio - O Flamengo não atingiu as expectativas após iniciar a temporada como o atual campeão da Copa do Brasil e Libertadores. O Rubro-Negro teve três treinadores e, mesmo assim, não evitou vexames e terminou o ano sem títulos pela primeira vez desde 2016. O volante Erick Pulgar recebeu o tradicional Prêmio Bola de Prata, da ESPN, mas em meio a conquista individual lamentou a ausência de título coletivo.
"Perdemos muitos pontos importantes em casa e fora no início do campeonato. Poderia ter nos deixado em uma posição mais tranquila. Infelizmente não conseguimos o que queríamos. Temos que agradecer a torcida do Flamengo pelo apoio e vamos buscar dar alegria em 2024", disse o volante.
Erick Pulgar foi um dos destaques do Flamengo durante a temporada e foi coroado sendo eleito o melhor volante da competição com a premiação do Bola de Prata. Peça-chave do Rubro-Negro na reta final do Brasileirão, o jogador exaltou o técnico Tite e ressaltou que uma das principais qualidades do treinador tem sido determinante para a evolução da equipe.
"O Tite é mais do que um treinador. Ele tem a parte humana e quer que todos se sintam bem no dia a dia. Conversa muito com todos, de jogador a jogador. Essa troca contribuiu bastante para que terminássemos o ano bem. Desde que ele chegou, tentou recuperar a confiança para jogarmos bem as partidas", afirmou.
O Flamengo terminou o Brasileirão de 2023 em quarto lugar com 66 pontos e garantiu a vaga na fase de grupos da Libertadores de 2024. Com a classificação direta, o Rubro-Negro assegurou cerca de R$ 16 milhões, além da premiação de R$ 40,6 milhões pela quarta colocação.