Logo Netfla

Posse de Bola #47: Fla e SPFC em crise, Sampaoli sensação e Neymarmania

Campeão brasileiro com a melhor campanha da história no ano passado, o Flamengo perdeu o técnico Jorge Jesus e seu substituto Domènec Torrent assumiu o comando perdendo os dois primeiros jogos do nacional para Atlético-MG e Atlético-GO, além da possibilidade de perder jogadores, como o lateral Rafinha, que pode seguir para a Grécia. Enquanto o clube apontado como favorito antes da competição ainda não se acerta, Jorge Sampaoli ameaça o domínio rubro-negro com o time mineiro , assim como Eduardo Coudet ajusta o Internacional.

No podcast Posse de Bola #47 , os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam o quão o reinado do Flamengo no ano passado está ameaçado após o início ruim de seu novo técnico e outros clubes se ajustando sob o comando de estrangeiros, além da instabilidade do São Paulo mesmo vencendo no Brasileirão , o que esperar de Corinthians e Palmeiras, que voltam a campo neste sábado, e o protagonismo de Neymar no Paris Saint-Germain , classificado para as semifinais da Liga dos Campeões.

Para Mauro Cezar, ainda é cedo para condenar o trabalho do técnico Torrent no Flamengo, mas o catalão precisará entender melhor a situação em relação ao elenco e ao futebol brasileiro para obter sucesso. O jornalista lembra que o início de Jorge Jesus também teve resultados ruins no início e escalações questionadas pela torcida, mas deu resultado, e que o novo treinador encontrou um elenco sem suas melhores condições físicas.

"É óbvio que não faz o menor sentido alguém detonar o trabalho do cara que mal começou. Criticar as decisões dele no jogo, óbvio. Ele mereceu críticas, e até eu trouxe a informação depois, e ele falou em seguida na própria coletiva, a comissão técnica do Flamengo quando chegou, encontrou jogadores em má forma. Foram cerca de 18, 19 dias sem comissão técnica porque o Jesus foi embora e o novo técnico ainda não havia chegado. Eles tiveram uma folga, depois ficaram treinando com o auxiliar. E nesse intervalo, me parece claro que houve um relaxamento", diz Mauro.

"As pessoas esqueceram, o Jesus também teve algumas dificuldades iniciais, o Jesus teve uma eliminação na primeira competição que ele participou, o Flamengo foi eliminado pelo Athletico-PR no Maracanã nos pênaltis pela Copa do Brasil. É claro que ele pode não repetir o que fez o Jesus, pode repetir, pode fazer melhor, não sei o que vai acontecer, mas é óbvio que é um começo de trabalho. Eu até vi uns tuítes antigos também que alguns caras recuperam da época em que o Flamengo teve dificuldades com o Jesus e eles hoje soam até cômicos", completa.

O problema para o Flamengo com Domènec pode ser não apenas em relação ao próprio time, mas também aos concorrentes, que na opinião de Arnaldo Ribeiro este ano parecem mais fortes e organizados que o time comandado por Jesus tinha no ano passado, citando como exemplo o Atlético-MG de Sampaoli, que foi vice no ano passado com o Santos.

"O campeonato ou o futebol brasileiro agora está com, digamos, o trono ameaçado. Está mesmo, porque o Flamengo não deu ainda o sinal, pode ser do comando, dos jogadores, do seu novo treinador, de que vai passar avassalador como passou na temporada passada. E acho que esse ano tem mais concorrentes, tem concorrentes mais preparados, não só o Galo do Sampaoli", diz Arnaldo.

O jornalista vê o clube mineiro com menos jogadores que destoam em relação ao Santos no ano passado, mas com um equilíbrio maior.

"É um time curioso, porque não tem nenhum craque, até os jogadores do Santos, alguns, dois ou três eram mais acima da média do que esses do elenco do Galo, agora, tem muito jogador do mesmo nível e jogador bom nesse momento em que ele pode fazer trocas de um jogo para o outro e outra, ninguém até agora no futebol brasileiro nesse início soube usar cinco substituições como ele", conclui.

O Posse de Bola também analisa o ambiente no São Paulo após a vitória sobre o Fortaleza, o a realidade do Corinthians após estar vencendo o Atlético-MG e ter permitido a virada, a sombra que Sampaoli pode ser para Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras, o nível apresentado por Grêmio e Internacional no início do Brasileirão e se Neymar finalmente atingiu o que dele se espera com a camisa do Paris Saint-Germain ao levar o clube para as semifinais da Liga dos Campeões.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts , no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL . Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts .

Fonte: Uol

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3dias, 21horas a partir de agora
Libertadores da América
Barcelona de GuayaquilBarcelona de Guayaquil
X
FlamengoFlamengo
Ter 22/09 / Monumental de Barcelona / 19h15
Libertadores da América
Independiente Del ValleIndependiente Del Valle
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana