Rio - Léo Ortiz está decidido a vestir a camisa do Flamengo em 2024. Nesta sexta-feira (22), o jogador desembarcou no Brasil após alguns dias de férias com a família nos Estados Unidos e terá uma reunião com o Bragantino para deixar claro seu desejo de vestir a camisa rubro-negra e pedir que o time paulista reduza os valores pedidos. A informação é do "ge".
Há duas semanas, ainda antes do fim do Brasileirão, o Flamengo ofereceu um contrato de cinco anos ao jogador e 5 milhões de euros (R$ 27 milhões) ao Bragantino. No entanto, o Massa Bruta negou a oferta e fez uma contraproposta pedindo o dobro do valor, o que foi descartado pela diretoria rubro-negra.
Em reunião há pouco mais de duas semanas, na véspera da última rodada do Brasileirão, o Flamengo manifestou aos representantes do jogador por um contrato de cinco anos e posicionou que oferece 5 milhões de euros (R$ 27 milhões) pelos direitos econômicos. O Bragantino respondeu com uma pedida do dobro (R$ 54 mi), o que de imediato o clube carioca rechaçou.
Na ocasião, Léo, que estava em Nova York, ligou para Diego Cerri, diretor esportivo do Bragantino, e manifestou seu desejo de jogar no Rubro-Negro, pedindo que o clube abaixasse os valores pedidos, uma vez que havia um combinado de flexibilização entre eles. O jogador repetirá sua postura nesta sexta, agora de maneira presencial.
Foi quando Léo Ortiz decidiu intervir de maneira mais firme na negociação e ligou direto de Nova Iorque para o diretor executivo Diego Cerri, na madrugada de quarta, dia 13, para reiterar o desejo de se transferir para o Flamengo e reforçar um combinado de flexibilizar os valores a partir do momento que ele decidisse sair. O comportamento será o mesmo no encontro desta sexta-feira, mas o jogador entende ser importante que as tratativas sejam presenciais para evitar ruídos.
Identificado com o Bragantino, Ortiz quer evitar uma saída litigiosa, mas entende que é a hora de deixar o clube. Ele chegou a receber propostas em outras janelas, mas atendeu a pedidos da diretoria do Massa Bruta e seguiu com o projeto. Agora, quer dar um passo maior na carreira e jogar em um clube de maior expressão.