Perrone: 4 perguntas que o Fla precisa fazer antes de decidir sobre Renato

1 - Renato quer ficar?

Como o contrato do treinador vai até 31 de dezembro, se a resposta for negativa, o assunto estará encerrado. Só é importante para o clube que o treinador responda rapidamente para não atrapalhar o planejamento rubro-negro para 2022.

2 - Os jogadores ainda acreditam no técnico?

A diretoria precisa ter habilidade para saber se os atletas seguem acreditando na capacidade de Renato. Quando a maioria dos jogadores deixa de confiar no trabalho do comandante, é quase impossível ter um time vencedor. O que o técnico fala entra por um ouvido e sai pelo outro. Nesse caso, a troca de treinador é a melhor solução.

3 - Os dirigentes avaliam que Renato ainda pode desenvolver um bom projeto?

Aqui é preciso ir além do achismo e das preferências pessoais. Os cartolas precisam de uma avaliação técnica sobre a capacidade do treinador para tocar o planejamento do time para 2022 dentro do orçamento do clube.

4 - Quem será o substituto?

Se a direção chegou até aqui disposta a demitir ou não renovar o contrato de Renato, é prudente analisar o mercado antes de bater o pênalti.

A decisão de colocar um ponto final na passagem do ex-atacante pela Gávea só deve ser tomada se os dirigentes tiverem segurança de que conseguirão um substituto melhor do que Renato e que ele dará "match" com o elenco planejado para o ano que vem. Solução diferente é um risco para os planos do Flamengo relativos a 2022.

Imagem: REUTERS

Fonte: Uol
)