Pedro passa Bebeto, cola em BH e se torna o quarto maior artilheiro do Flamengo no Brasileiro

Pedro voltou ao alto nível que o levou à Copa do Mundo com Tite à frente da Seleção. São cinco gols em seis jogos sob comando do novo treinador do Flamengo . E o segundo marcado na vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras o fez subir uma posição no ranking de artilheiros do clube dentro da história do Campeonato Brasileiro. Agora com 42, deixou Bebeto para trás e assumiu o quarto lugar .

O camisa 9 está na cola de Bruno Henrique, terceiro colocado com 44 gols. Zico é o líder absoluto, com 135, e Gabigol vem na sequência, com 67.

O eneacampeonato brasileiro ainda é objetivo complicado, e a busca pela artilharia na edição de 2023 também. Mas nem Flamengo nem Pedro estão proibidos de sonharem. O centroavante tem 11 gols, cinco a menos do que Paulinho, do Atlético-MG, e Tiquinho Soares, do Botafogo.

Pedro faz coro a Tite e evita tratar o enea como possibilidade real de momento, no entanto não esconde a felicidade pelo crescimento coletivo e individual a partir da chegada do treinador.

- Nós sabemos que foi um ano difícil para nós. Um ano de altos e baixos coletivamente, mas buscamos dar a volta por cima, a cada jogo evoluir. Sem dúvidas, foi um ano muito difícil mentalmente. Mas, pensando no momento, estamos vindo numa crescente muito boa com o Tite. Fico feliz por ter sido um começo muito bom.

- Há uma ideia muito clara para nós. Individualmente, é a minha melhor média de gols e assistências, mas foi um ano que oscilou bastante e espero que possamos terminar o ano bem. Conquistar os três pontos para subir na tabela, atingir o objetivo de chegar na Libertadores. O título não depende de nós, mas temos que fazer a nossa parte com o professor Tite e crescer a cada jogo (confira todas as respostas de Pedro no pé da matéria).

Pedro mostra camisa para a torcida, Flamengo, Palmeiras — Foto: André Durão

Pedro de fato cresceu. Não só por voltar a marcar com a bola rolando ou em função de ter voltado a fazer mais de um gol num só jogo, algo que não conseguia desde abril. O atacante está melhor fisicamente, corre mais e tem voltado bastante para ajudar na marcação.

O ano de 2023 é o em que Pedro mais marcou gols como profissional, com 33 em 55 jogos. Agora com 103 anotados em quatro anos de Gávea, é o 19º maior artilheiro da história do clube.

Confira a lista de gols de Pedro pelo Flamengo no Brasileirão:

Confira todos os gols de Pedro no Brasileiro

Edição rodada jogo como?
2020 7 Bahia 3 x 5 Flamengo pé direito
2020 7 Bahia 3 x 5 Flamengo pé direito
2020 12 Palmeiras 1 x 1 Flamengo pé esquerdo
2020 13 Flamengo 3 x 1 Athletico-PR pé direito
2020 14 Flamengo 3 x 0 Sport pé esquerdo
2020 14 Flamengo 3 x 0 Sport pé direito
2020 11 Flamengo 2 x 1 Goiás pé direito
2020 11 Flamengo 2 x 1 Goiás pé direito
2020 18 Internacional 2 x 2 Flamengo pé direito
2020 19 Flamengo 1 x 4 São Paulo pé esquerdo
2020 26 Flamengo 4 x 3 Bahia peito
2020 30 Goiás 0 x 3 Flamengo pé esquerdo
2020 33 Sport 0 x 3 Flamengo pé direito
2021 1 Flamengo 1 x 0 Palmeiras pé direito
2021 8 Cuiabá 0 x 2 Flamengo pé direito
2021 12 Bahia 0 x 5 Flamengo pé direito
2021 20 Palmeiras 1 x 3 Flamengo cabeceio
2021 24 Bragantino 1 x 1 Flamengo pé direito
2021 25 Fortaleza 0 x 3 Flamengo cabeceio
2021 26 Flamengo 3 x 1 Juventude pé direito
2022 7 Flamengo 1 x 0 Goiás pé esquerdo
2022 15 Santos 1 x 2 Flamengo voleio
2022 18 Flamengo 4 x 0 Juventude cabeceio
2022 18 Flamengo 4 x 0 Juventude cabeceio
2022 19 Avaí 1 x 2 Flamengo pé direito
2022 19 Avaí 1 x 2 Flamengo cabeceio
2022 22 Flamengo 5 x 0 Athletico-PR cabeceio
2022 29 Flamengo 4 x 1 Bragantino pé esquerdo
2022 29 Flamengo 4 x 1 Bragantino peito
2022 29 Flamengo 4 x 1 Bragantino pé direito
2022 34 Flamengo 3 x 2 Santos letra
2023 1 Flamengo 3 x 0 Coritiba pé direito
2023 5 Flamengo 2 x 0 Goiás pé direito
2023 9 Vasco 1 x 4 Flamengo pé direito
2023 10 Flamengo 3 x 0 Grêmio pé direito
2023 19 Flamengo 1 x 1 São Paulo pé direito
2023 25 Flamengo 1 x 0 Bahia pé direito
2023 27 Cruzeiro 0 x 2 Flamengo pé direito
2023 31 Flamengo 1 x 2 Santos pé direito
2023 32 Fortaleza 0 x 2 Flamengo pé direito
2023 33 Flamengo 3x0 Palmeiras pé direito
2023 33 Flamengo 3x0 Palmeiras pé direito

Top-10 de artilheiros do Flamengo no Brasileiro

  1. Zico - 135 gols
  2. Gabigol - 67 gols
  3. Bruno Henrique - 44 gols
  4. Pedro - 42 gols
  5. Bebeto - 41 gols
  6. Renato Abreu - 40 gols
  7. Romário - 37 gols
  8. Nunes - 34 gols
  9. Petkovic - 31 gols
  10. Arrascaeta - 30 gols

Confira outros tópicos do papo com Pedro:

Sentimento após voltar a fazer dois gols num jogo

- Ah, é muito bom, né? O atacante sempre busca o gol. Mas, como eu falei, fico mais feliz ainda com a vitória. Claro que o gol é importante, mas eu procuro sempre retribuir ali coletivamente, retribuir dando o meu melhor a cada jogo. A pressão sempre vai existir. O atacante precisa de gols, então sempre vai ter essa conversa. Mas nada vai entrar na minha mente. Tanto elogio quanto crítica, sempre vou continuar fazendo meu trabalho, buscando a evolução, porque eu sei do que posso fazer. Mas eu fico feliz. Fazer dois gols é sempre bom num jogo dessa importância que foi hoje. Espero poder continuar marcando para terminar o ano bem, junto com toda a equipe.

Ajuda na marcação

- Eu sempre vou dar o meu melhor tanto ofensivamente quanto defensivamente. É claro que quando o time está taticamente certo fica mais fácil para os jogadores fazerem esse lado defensivo, poder correr certo, poder estar junto. E o professor Tite deixa a ideia muito clara ali defensivamente. Então isso nos facilita. A ideia de jogo dele deu muito certo, tem dado certo.

- Em cada treino ele busca fazer todos os jogadores entenderem o que ele quer, tanto defensivamente quanto ofensivamente. Então isso é bom para a gente, facilita dentro de campo. Hoje mostrou mais uma vez que a gente estava bem, tanto ofensivo quanto defensivamente. Fico feliz pelo desempenho de todos e espero que a gente possa continuar nessa evolução junto com ele.

Reflexão sobre quedas no segundo tempo dos jogos: "Não pode recuar tanto assim"

- Com certeza, essa foi uma conversa que a gente teve já no intervalo também nesse jogo de hoje. A gente sabe que contra a Fortaleza foi assim no segundo tempo, contra o Grêmio também. Não pode recuar tanto assim. Nós, jogadores do Flamengo , sabemos também disso. Mas às vezes acontece durante a partida, não é algo que a gente pensa fazer.

- Hoje foi bom porque no segundo tempo a gente continuou lá em cima pressionando, continuou atacando, e é isso que o Flamengo quer: jogar bem, jogar ofensivamente, manter a posse de bola, manter o controle do jogo e não relaxar, não recuar para manter o resultado. Então, continuar buscando gols, o segundo, o terceiro, o quarto... E é isso que ele tem pedido para a gente.

Título é possível?

- Não depende só da gente. Nosso foco é ganhar os jogos que a gente tem na reta final, fazer a nossa parte e ver o que vai acontecer. Sem dúvida, o nosso foco hoje é ter a classificação direta para a Libertadores, mas, sim, lutar pelo título, fazer a nossa parte. Como eu falei, não depende da gente, mas a gente tem que focar no nosso trabalho.

Assista: tudo sobre o Flamengo no ge, na Globo e no sportv

Fonte: Globo Esporte