Rio - O último sábado (9) foi especial para Pedro. Além de marcar e ajudar o Flamengo a superar o Fluminense por 2 a 0, no Maracanã , o atacante ultrapassou seu companheiro Gabigol e se tornou o maior artilheiro do novo Maracanã, isoladamente, com 78 gols — cinco deles só neste início de 2024. Após a partida, o camisa 9 creditou seu bom início de ano à consistência apresentada pelo time de Tite nos primeiros jogos da temporada.
"Estamos tendo um equilíbrio muito grande durante os jogos, tanto defensiva quanto ofensivamente. Os números falam por si. Dificilmente tomamos gol, isso é muito importante para termos consistência. Falo sobre isso porque são os 10 marcando, não só a zaga. E hoje mostramos isso marcando o time do Fluminense, que não é fácil. Tivemos um ótimo jogo defensivo, como nas outras partidas, e ofensivamente também, mantendo esse equilíbrio de criar oportunidades de gols", afirmou Pedro.
" Nós criamos oportunidades de gols, claro que não vamos fazer todas. A gente busca a excelência . A cobrança é normal de um jogador que tem que buscar ter êxito no ataque. Vem sendo um grande ano. É continuar na evolução individualmente e coletivamente para a gente ter um grande ano e com títulos. É isso que a gente quer", completou.
Apesar da vantagem de 2 a 0, o atacante do Flamengo sabe que é preciso cautela para o jogo da volta. No ano passado, o time venceu o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, também contra o Fluminense, pelo mesmo placar, mas ficou com o vice ao ser derrotado por 4 a 1 no jogo de volta.
" Serve de lição (virada do Fluminense em 2023), mas sabemos que estamos em um novo momento . Sabemos que não tem nada ganho e será um novo jogo. Temos que entrar com o mesmo foco e a mesma concentração", finalizou.
Como foi campeão da Taça Guanabara, o Flamengo pode até perder por até dois gols de diferença no segundo jogo que se garante na final do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro volta a enfrentar o Fluminense no próximo sábado (16), às 21h, novamente no Maracanã.