Pacotão do clássico: início tenso, carnaval de Riascos e vermelho bobo

Nervosismo é ingrediente quase que obrigatório ao clássico Vasco x Flamengo recentemente, e neste domingo não foi diferente. Logo aos três minutos, Wallace e Nenê se estranharam, Diguinho deu cabeçada em Guerrero, mas dois cartões amarelos acalmaram os ânimos. Depois disso, o Cruz-Maltino foi superior, e Riascos tratou de dar graça ao jogo com belos dribles na vitória por 2 a 0 de sua equipe.

01

confusão no início

Aos três minutos, Nenê deu uma rapa em Cuéllar. Wallace não gostou e retrucou empurrando o 10 rival. Guerrero e Diguinho ainda se estranharam, mas depois todos se acalmaram.









01

caneta no compatriota

O show de Riascos começou aos 16 minutos, quando aplicou linda caneta no compatriota e amigo Cuéllar. Cruzou para Nenê, mas o 10 chutou forte demais, por cima do gol.









01

dá-lhe, riascos!

As firulas do colombiano foram ainda mais efetivas no lance do primeiro gol vascaíno, feito por Andrezinho. Entortou César Martins três vezes e deixou Nenê livre, mas a bola só foi parar na rede após bate e rebate.









01

gol contra

Riascos ganhou de presente o milésimo gol da história do Clássico dos Milhões (segundo a WSC), mas foi Wallace quem empurrou a bola parede rede após boa defesa de Paulo Victor em chute forte do colombiano.










01

vermelho infantil

Barrado por Muricy Ramalho, Alan Patrick teve oportunidade no segundo tempo, mas conseguiu estragar tudo ao ser expulso com falta violenta, completamente desnecessária.










01

recuo penalizado

O árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro marcou falta no fim do jogo em lance no qual Luan fez embaixadas e recuou com a cabeça. Cavaleiro interpretou como uma atraso de bola ilegal, mas o goleiro Martín Silva não chegou a agarrar a bola, embora tenha ameaçado a encaixá-la.


Fonte: Globo Esporte
)