Narrador do Carioca na Record é torcedor do Flu e ex-repórter policial

A estreia do Campeonato Carioca na Record nesta terça (2), com a transmissão de Flamengo x Nova Iguaçu a partir das 21h30, vai marcar o retorno do narrador Lucas Pereira aos jogos do estado do Rio de Janeiro. O jornalista de 49 anos não fazia partidas com os grandes do Rio desde sua saída do Grupo Globo, em 2012. Contratado pela Record para fazer os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, o locutor tem uma carreira extensa na televisão e já até declarou seu time publicamente.

Formado em Jornalismo e Mestre em Comunicação Social pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), Lucas começou sua carreira em 1990 como locutor de rádio. Seu primeiro trabalho foi na extinta Rádio Guanabara. Depois, passou pelas rádios Tupi, Nacional e Tropical, onde acabou se destacando pela sua voz característica.

Em 1996, foi contratado pelo SporTV para ser um de seus principais locutores esportivos da emissora. No canal esportivo da Globo, Lucas Pereira participou da cobertura de quatro Copas do Mundo (1998, 2002, 2006 e 2010) e de quatro Jogos Olímpicos (1996, 2000, 2004 e 2008). Além disso, outro grande destaque da sua carreira no SporTV foi a narração da clássica final da Copa América de 2004, vencida pelo Brasil e que contou com um gol épico do atacante Adriano nos acréscimos da partida.

No futebol , era muito comum que Lucas Pereira narrasse jogos de times do Rio de Janeiro. No Brasileirão de 2009, por exemplo, ele fez várias partidas do Flamengo, o campeão daquele ano. Em 2007, um outro feito memorável. Foi a voz de Lucas Pereira que irradiou o milésimo gol de Romário na televisão brasileira - o confronto contra o Sport foi exibido exclusivamente pelo SporTV naquele dia.

Mudança para a Record

Em 2012, porém, Lucas Pereira decidiu aceitar uma proposta da Record para ser seu principal nome na cobertura dos Jogos Olímpicos de Londres, uma exclusividade da emissora na TV aberta. Naquele ano, o jornalista narrou todas as partidas da seleção brasileira olímpica de futebol, que foi medalha de prata após perder a final por 2 a 1 para o México.

Em 2014, Lucas Pereira assumiu a apresentação do "Esporte Fantástico", esportivo semanal da Record que foi suspenso ano passado por causa da pandemia do novo coronavírus . Desde então, o locutor vinha fazendo reportagens policiais para o jornal "Fala Brasil".

"Estou frito"

Em 2018, Lucas Pereira declarou seu time do coração. Em uma entrevista para o programa de Fábio Porchat na Record, o jornalista disse que, caso voltasse a fazer as partidas de times como Flamengo, Vasco e Botafogo um dia, iria se dar mal, pois era torcedor do Fluminense.

"Eu sou Fluminense. É a primeira vez que eu divulgo, tá? Eu era narrador lá no Rio de Janeiro. Narrei muito jogo do Botafogo, Vasco, Flamengo, Fluminense. Narrava Campeonato Brasileiro, Campeonato Carioca, narrava muitos jogos. E nunca falei. Hoje estou na Record, não faço mais esses jogos. Se um dia voltar a narrar essas partidas, eu estou frito", declarou o narrador.

Neste ano, a Record pagará R$ 11 milhões de cota aos clubes no Campeonato Carioca. Em 2022, o valor sobe para R$ 15 milhões. Mylena Ciribelli, contratada desde 2009, será o principal rosto da competição na Record. A jornalista de 53 anos apresentará atrações pré-jogo e comandará os intervalos das partidas exibidas. Além disso, seguirá à frente de quadros esportivos em noticiários. A narração dos jogos será de Lucas Pereira e os comentários serão feitos por Ricardo Rocha.

Imagem: Reprodução/Record

Fonte: Uol
)