"Não surtiu o efeito que gostaríamos", diz Salles sobre entrada de Berrío na vaga de Diego

Neste domingo (9 de junho) o Flamengo empatou em 0 a 0 com o Fluminense, em clássico válido pela 8ª rodada do Brasileirão, no Maracanã, e perdeu a chance de subir uma posição na tabela, indo para a terceira colocação, uma vez que o Atlético-MG perdeu para o Santos na Vila Belmiro. Após a partida, o técnico interino Marcelo Salles, que dará vez ao português Jorge Jesus, analisou o desempenho da sua equipe.

E a poucos dias da pausa para a Copa América, o Rubro-Negro ganhou uma preocupação, uma vez que o camisa 10 Diego precisou ser substituído por conta de lesão, dando lugar a Orlando Berrío, que segundo Salles, poderia ter tido melhor atuação.

“Foi uma situação de lesão que não sabemos ainda se é importante ou não. É um jogador que faz falta em qualquer equipe. Quando perdermos o Diego, que é nosso cérebro junto com o Éverton, perdemos a situação da posse de bola”.

“Se formos analisar individualmente, a substituição não surtiu o efeito que gostaríamos. O Berrío pode fazer atuações melhores. Mas isso acontece com qualquer jogador. Também poderíamos ter outros jogadores bem”, prosseguiu, justificando ainda o motivo da entrada do colombiano, que atua pelos lados, na vaga do camisa 10.

“A ideia era colocar o Éverton (Ribeiro) por dentro para ter condição de achar jogadores de lado. Queria também prender um pouco o Caio e usar as diagonais. Infelizmente, giramos pouco a bola. Fizemos muitas jogadas verticais, que não é o que eu queria”, completou.

Pelo Brasileirão, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira (12), quando viaja até Brasília para encarar o CSA, pela 9ª rodada.

Leia também:

Crédito da foto: Alexandre Vidal/ Flamengo

Fonte: FoxSport

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3 semanas, 3 dias a partir de agora
Copa do Brasil
Athlético PRAthlético PR
X
FlamengoFlamengo
Qua 10/07 / Arena da Baixada / 21h30
Brasileirão Seria A
CSACSA
0 x 2
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana