Na estreia do Carioca, time tem só um jogador no banco e dois irregulares em campo

Neste sábado, a Portuguesa derrotou o Tigres do Brasil por 3 a 2 pela abertura do Campeonato Carioca de 2016 no Estádio Luso-Brasileiro. Allan, Rafael Paty e Gilcimar deram a vitória ao time mandante. Alex e Lucas William fizeram para os visitantes.

O jogo, apesar de duas viradas e de ter sido definido somente aos 44 minutos do segundo tempo, ficou marcado por fatos inusitados.

Para começar, o Tigres do Brasil chegou ao local da partida no ônibus do seu maior rival, o Duque de Caxias. E a delegação está bastante desfalcada.

Segundo os sites GloboEsporte.com e FutRio , dos 24 jogadores do elenco, apenas 11 estavam em condições de atuar, pois foram registrados em tempo na federação do Rio de Janeiro (Ferj).

Para a estreia, o Tigres levou 12 atletas ao Luso-Brasileiro, e dois dos que estão em campo (Sérgio Raphael e William) não tinham condições de jogo por falta de regularização. Segundo o sistema da Federação Carioca, o primeiro não estava regularizado por falta de requisitos legais da CBF. O segundo, por falta de um documento de transferência da federação mineira, estado em que ele jogava antes.

A assessoria do clube da Baixada Fluminense não confirmou a situação dos jogadores irregulares.

Além disso, o zagueiro Thiago Medeiros foi o único jogador à disposição no banco de reservas do técnico da equipe de Duque de Caxias, Marcelo Cabo.

Desta forma, o Tigres do Brasil deve perder pontos por causa das escalações.

Fonte: Espn
)