Rio - De volta ao trabalhos com o elenco do Flamengo e vivendo a expectativa de retornar aos gramados nas próximas semanas, o volante Gerson vem evoluindo em sua recuperação e o comportamento durante o processo foi exaltado. Em entrevista à "FLA TV", canal oficial do clube, o médico Fernando Bassan elogiou o meia e valorizou seu esforço para voltar a ficar à disposição de Tite.
"Ele é uma pessoa maravilhosa, um atleta maravilhoso. Pessoa de trato muito simples, a gente troca diariamente informações e discute diariamente as perspectivas e próximos passos. A angústia dele é a nossa de querer voltar a jogar, nenhum atleta se sente confortável de estar num hospital, de estar numa mesa cirurgia, e de ficar 30 dias cortado das relações de jogos e treinos", disse.
Fernando Bassan destacou o procedimento cirúrgico que Gerson enfrentou no início da temporada e como foi complicada a situação do jogador.
"Teve quadro de desconforto renal. Ele tinha uma dificuldade de saída de urina do rim. Tivemos que submetê-lo a uma cirurgia. Estamos completando um mês e quatro dias da cirurgia. Oferecemos o melhor para ele, via robótica. Ele sai da cirurgia com cateter. Ficou parado por muito tempo com o cateter. Conseguimos manter o cateter por três semanas. Fizemos a retirada no dia 22."
Ainda que otimista por uma volta antes do estipulado em um primeiro momento, o Flamengo evita dar prazos. Ainda que reduzido na visão do departamento médico devido à evolução no dia a dia, a recuperação é tratada com cautela.
"É algo de alta complexidade. A gente trabalhava com três meses inicialmente, para meados de maio, mas está conseguindo acelerar. Isso é uma vitória de todo o time do Flamengo, de toda a comissão técnica e todo o departamento de saúde e rendimento do Flamengo", afirmou.