Mauro: Renato merece a coroa de pior técnico entre os principais elencos

Dois anos depois da goleada sofrida por 5 a 0 para o Flamengo de Jorge Jesus quando estava no comando do Grêmio , Renato Gaúcho mostrou expressão semelhante ao ver os seus comandado no Rubro-negro perderem para o Fluminense por 3 a 1 , resultado que deixou o time mais distante da briga pelo título do Brasileirão , agora com 13 pontos a menos que o líder Atlético-MG .

No podcast Posse de Bola #172 , Mauro Cezar Pereira diz que se o elenco do Flamengo conquistar um ou mais dos títulos que disputa na temporada, será mais pela qualidade dos jogadores do que pelo trabalho do treinador, que ele coloca como inferior a Cuca e Abel Ferreira, que treinam Atlético-MG e Palmeiras, os dois principais elencos do país ao lado do rubro-negro.

"A Alemanha jamais contrataria Luiz Felipe Scolari depois do 7 a 1. O Flamengo contratou o técnico do 5 a 0. Sábado fez 2 anos do 5 a 0, que o Flamengo do Jesus aplicou no Grêmio do Renato. E ele, no mesmo Maracanã, com a mesma cara, ali vendo o time dele perder de 3 porque o Fluminense não fez mais gols, fosse o Fluminense um time até mais qualificado, faria mais gols. O Flamengo chega no momento em que ele vai jogando as fichas todas no mata-mata de quarta-feira, na Copa do Brasil, e pensando o que vai fazer na final da Libertadores ", diz Mauro

"Se o Flamengo ganhar um ou dois títulos agora até o final da temporada, será única e exclusivamente pela qualidade do elenco, que quando está reunido, ainda consegue reativar os seus melhores momentos que vêm lá de 2019. Quando você junta todo mundo ali, quando tem Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabigol , Bruno Henrique, a coisa muda de figura, é outra história, é o tal do outro patamar. Esses caras podem resolver jogos", completa.

O jornalista afirma que o nível do futebol brasileiro regrediu nos últimos anos e mesmo os principais elencos do país são mal treinados, destacando que considera Renato Gaúcho o pior dos três na comparação com Cuca e Abel Ferreira.

"São times mal treinados, técnicos fracos, simples assim. O futebol brasileiro nivelado por baixo, regrediu demais nos últimos anos e o Renato é mais um desses técnicos fracos com elenco bom nas mãos. Tivessem esses times bons treinadores, com mais repertório, com mais capacidade, jogariam um futebol melhor e estariam hoje em uma outra situação, o Palmeiras não estaria eliminado de tudo o que está eliminado, jogando tudo nessa partida do dia 27 de novembro, o Flamengo estaria lutando pelo título com o Atlético-MG, e o Atlético-MG não estaria fora da Libertadores depois da maneira pífia que jogou contra o Palmeiras", diz Mauro Cezar.

"É isso, nós estamos discutindo aqui um futebol de nível baixíssimo, comandado por maus treinadores, treinadores fracos, todos eles, sem exceção aí, nos principais times, e o Renato talvez seja o pior deles, acho até que ele é pior do que o Abel Ferreira, consegue ser pior do que o português do Palmeiras, não tem ideia, não tem entendimento do jogo", completa.

Ele ressalta que o que os clubes fazem na temporada atual evidencia que os trabalhos deixam a desejar pelo que cada treinador tem em mãos no elenco, ressaltando as derrotas do Palmeiras, que tem como chance de salvar a temporada a final da Libertadores, enquanto o Atlético-MG caiu justamente para o time de Abel Ferreira nas semifinais.

"O Palmeiras faz uma temporada horrorosa, eliminado de tudo, só tem esse jogo agora, um fio de esperança, e se classificou sem vencer nenhum jogo, empatando os dois com o Atlético-MG, com gol fora, partidas medonhas, ambas, dois dois times, e o Flamengo a mesma coisa. Então, falamos de um futebol ruim, de técnicos fracos e o Renato merece hoje a coroa do pior técnico dos principais elencos do futebol brasileiro. O que ele fez no sábado antes, durante e depois do jogo, foi uma vergonha e as declarações dele após a partida a entrevista é absurda", critica.

"Só o elenco salva a temporada do Flamengo, porque à beira do campo o Flamengo tem um técnico fraco, sem condição, eliminado pelo Independiente Del Valle na fase preliminar na Libertadores, atropelado pelo Cuca na Libertadores passada, atropelado pelo Jesus na outra Libertadores, em 2019, e até pelo Abel Ferreira foi atropelado na Copa do Brasil, o Grêmio não viu a bola, esse é o retrospecto recente do Renato Gaúcho e vai colocando agora mais páginas ruins nessa sua história recente", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais ( YouTube , Facebook e Twitte r).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify , Apple Podcasts , Google Podcasts , Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts .

Fonte: Uol
)